Lula já está livre

Com a devida vénia ao nosso Colega Jornal Povo de Portugal

https://jornalpovodeportugal.eu/2019/11/09/lula-da-silva-livre/

. Bolsonaro com fortes razões para estar preocupado com  o seu futuro. Lula da Silva vai voltar à luta contra Bolsonaro;

  • Lula livre

    Lula livre

Publicado em Destaques, Justiça, Oleiros, Política Internacional | Tags | Publicar um comentário

Antigos Combatentes com Secretaria de Estado

Catarina Sarmento Castro é a nova Secretária de Estado dos Recursos Humanos e Antigos Combatentes

A generalidade dos Veteranos de Guerra aplaude a decisão do PM António Costa e deposita fortes expectativas na nova Secretária de estado que nos vai defender e devolver a dignidade adequada a um grupo já bastante reduzido de Militares que se bateram em terras de África e Índia.

Compete-nos saudar a iniciativa e formular votos de sucesso.

Novo Governo recupera Secretaria de Estado dos Antigos Combatentes

A nova secretária de Estado dos Recursos Humanos e dos Antigos Combatentes é Catarina Sarmento e Castro, ex-juíza do Tribunal Constitucional (2010-2019) e é professora na Faculdade de Direito de Coimbra desde 1994.

Publicado em Destaques, Forças Armadas, Nacional, Oleiros, Política | Tags , | Publicar um comentário

170º Passeio Pedestre do MPN – Azenha do Barbeiro foi um sucesso

O 170º Passeio Pedestre do MPN que ligou o limite de Corgas (Proença-a-Nova ) e o Vale da Lousa (Isna-Oleiros), constituiu um acontecimento, comprovando a importância de eventos semelhantes, mobilizam as populações e ampliam a capacidade da oferta turística no interior do país.

Cumpre-nos assinalar os diferentes acontecimentos que a ADCRC, Associação Desportiva, Cultural e Recreativa de Corgas tem vindo a promover ( nomeadamente o almoço deste acontecimento), saudando o Presidente Paulo Martins e equipa, nomeadamente o Libânio Martins, a Carla Sequeira e a Dalila Farinha pelo desempenho conseguido e que procuraremos tratar com outra profundidade em breve.

Seguramente, a Câmara de Proença-a-Nova está atenta a estes desenvolvimentos e não deixará de os incentivar.

Publicado em Destaques, Proença-a-Nova, Turismo | Tags , | Publicar um comentário

AHRESP comemora Dia Mundial da Alimentação em Oleiros

AHRESP comemora o Dia Mundial da Alimentação em Oleiros com workshop sobre Desperdício Alimentar

. 16 de Outubro em Oleiros

. Hotel de Santa Margarida é o centro das operações

Este será o primeiro workshop de vários destinados aos empresários do Turismo.

No âmbito do POISE 2020 – Programa Operacional da Inclusão Social e Emprego, a AHRESP, em parceria com a Confederação do Turismo Português (CTP), organiza, entre outubro de 2019 e junho de 2020, um ciclo de workshops destinado aos empresários do Turismo que pretendem reforçar as suas competências de gestão, tecnologia e organização do trabalho.

O primeiro destes workshops será em Oleiros, Castelo Branco, já no dia 16 de outubro, data em que se comemora o Dia Mundial da Alimentação, entre as 15h30 e as 18h30 no Hotel Santa Margarida.

O formador é o chef Valdir Lubave.

A inscrição é gratuita, mas obrigatória: https://ahresp.com/eventos/melhores-empresarios-melhores-negocios/

Publicado em Destaques, Oleiros | Publicar um comentário

PAN cresce consistentemente na região de Castelo Branco

A Advogada Rebeca Lopes que lidera o PAN em Castelo Branco, bate-se com denodo na região.

Hoje visitou Oleiros, Proença-a-Nova e Vila de Rei.

Fontes da sua candidatura adiantam que foram bem recebidos e destacam Vila de Rei onde já nas Europeias tiveram um resultado assinalável.

Cresce o entusiasmo e, o PAN vai conseguir em diferentes regiões do país, valores assinaláveis e, certamente um Grupo Parlamentar significativo.

Rebeca Lopes, Advogada, PAN

Rebeca Lopes, Advogada, PAN

Publicado em Castelo Branco, Destaques, Oleiros, Proença-a-Nova, Vila de Rei | Tags | Publicar um comentário

Tempo de Pastores em Cernache do Bonjardim, dias 20, 21 e 22 de Setembro

TEMPO DE PASTORES
Para celebrar a Cultura Pastoril das gentes Beira Baixa, nos traços que as caracterizam tão profundamente enquanto comunidades agro-pastoris, “Tempo de Pastores” propõe um conjunto de actividades artísticas, culturais e lúdicas, que vão dos concertos às animações, das palestras às exposições, sem esquecer a folia e a gastronomia pastoril.
Nos dias 20, 21 e 22 de Setembro de 2019, em Cernache do Bonjardim, mais precisamente no Atelier Túlio Vitorino, terá lugar uma festa dedicada aos pastores e à Cultura Pastoril da Beira Baixa.

O evento é uma produção da Destarte Cooperativa em parceria com o Município da Sertã.

De assinalar ainda que o evento “Tempo de Pastores” integra a programação das “Jornadas Europeias da Cultura” e foi classificado como “EcoEvento” pela Valnor.
Na área do jardim do Atelier Túlio Vitorino serão apresentados dois concertos musicais distintos, ambos alusivos à música tradicional, pela banda “Cantos da Terra Lusa”, um projecto musical de formação aberta com participações de diversos músicos convidados.

O concerto “Sons da Pastorícia” terá a direcção musical do músico João Paulo Leitão; e o concerto “Modas do labor, da Fé e do Lazer”, terá a direcção musical do cantautor Miguel Calhaz, ambos com ligações à Beira Interior e à região da Sertã. Não esquecendo a música popular regional, terão também lugar concertos dos “Cavaquinhos do Clube da Sertã”e do “Grupo de Adufes de Penha Garcia”, entre outros, que interpretarão alguns temas da música popular tradicional.
Estará também patente ao público, no espaço do Atelier Túlio Vitorino, uma exposição dedicada à Cultura Pastoril da região, subdividida em dois áreas: “Artefactos do Pastor” e “Instrumentos Musicais Tradicionais”. A exposição de artefactos pastoris é composta por um acervo de utensílios e objectos esculpidos por pastores que lhes impuseram a sua marca estética. A pureza e a simplicidade dos objectos expostos transporta o visitante a esse universo próximo e distante que foi “Tempo de Pastores”. A exposição foi construída a partir do espólio de diversos coleccionadores privados e tem a curadoria de José Magalhães e Maria Sá Pereira Capelo.
Entre os oradores convidados para proferir as palestras estão três investigadores da cultura pastoril regional, que têm produzido estudos sobre o tema sob diferentes perspectivas: Manuel Lopes Marcelo, Eddy Chambino e Maria Sá Pereira Capelo.

Também a presença do pastoril na literatura portuguesa, será o tema a tratar numa palestra de Elisabeth Morão.
Na área da animação está prevista a apresentação de um filme documental dedicado aos pastores, com apresentação de Eddy Chambino, e uma conversa aberta acerca do tema pastoril. A animação musical no recinto e na vila estará a cargo de um grupo de músicos que farão relembrar alguns temas da música tradicional e das tertúlias pastoris.
Serão três dias a festejar a cultura que emana do modo de vida ancestral das gentes da região do centro interior, para a celebrar em todas as suas vertentes.

Dada a diversidade do programa, os visitantes poderão desfrutar de diferentes actividades e momentos artísticos e culturais, do popular ao erudito.

Publicado em Destaques, Educação, Inclusão, Sertã | Tags | Publicar um comentário

Portal da EDP Distribuição já é usado por todas as autarquias

Portal da EDP Distribuição já é usado por todas as autarquias

A EDP Distribuição desenvolveu em 2017, no âmbito da sua estratégia de digitalização, um portal inteiramente reservado às Autarquias.

Depois de um período experimental, e após implementação de algumas melhorias, o portal foi alargado a todo o território nacional em abril de 2018. O acesso ao portal pode também ser efetuado através do site – www.edpdistribuicao.pt, recentemente reformulado.

Esta área reservada é hoje usada pelas 278 Autarquias, sendo o canal de comunicação preferencial com a EDP Distribuição, contando já com mais de 1.300 interlocutores registados e de 25.000 pedidos submetidos. Só nos últimos três meses, este canal digital foi a porta de entrada de cerca de 60% do total de pedidos das Autarquias.

A empresa pretende ser um facilitador no dia a dia dos Municípios e aprofundar a sua relação com estes organismos.

Nesse sentido estão disponíveis diversas funcionalidades: pedidos de ampliação de rede de iluminação pública; reporte de avarias nos vários focos de iluminação; alertas de cortes programados de abastecimento de energia; acesso direto, e em tempo real, a toda a documentação relativa aos processos com a empresa, assim como consultas várias sobre os locais de consumo de que são titulares.

A EDP Distribuição continuará a apostar fortemente na automatização e digitalização dos seus serviços com o objetivo de proporcionar, aos seus clientes, um serviço mais rápido e eficaz.

Em 2020 esperam-se novidades com a entrada em produção de uma versão mais robusta, com novas funcionalidades e com a automatização dos processos.

Publicado em Destaques, Economia, Oleiros | Tags | Publicar um comentário

POR QUEM CHAMAM AS CHAMAS ? * Mendo Henriques

Por quem chamam as chamas?
Eu resido perto da rua Morais Soares, em Lisboa e um dia dei-me ao trabalho de saber exatamente quem ele era… Este ilustre diretor-geral de agricultura, no século XIX chamado Rodrigo Morais Soares, do partido dos agrocratas, do que seria hoje o “partido da terra”, foi quem mais lutou a partir da Regeneração para transformar os “montes claros” ou calvos, que era grande parte do país, em matas frondosas,debatendo qual o tipo de arvoredo adequado às nossas condições de terra e clima—–
Passaram 150 anos e pode-se dar muitas voltas à questão dos fogos mas todas vão dar ao mesmo sítio: por volta dos anos 80 mataram a visão de Morais Soares e criaram a visão errada do país como uma cidade litoral e um interior cada vez mais despovoado. Donde o despovoamento do interior, as periferias da Grande Lisboa e do Grande Porto e de Setúbal, a agroindústria, o eucaliptal, o excesso de autoestradas.
Nesse país despovoado, sobretudo nas serras e terras a norte do Tejo onde predomina o minifúndio, torna-se cada vez mais difícil combater incêndios provocados por incendiários pagos, incendiários loucos e incendiários casuais em percentagens que se desconhecem mas que deitam fogo ao material combustível. Não são apenas as matas que ardem. Arde o que as populações nelas construíram. Arde um pouco da alma de Portugal.
Nas matas da Portucel, nada arde. Perguntem-lhes porquê.
O país continua a arder porque abandonámos as leis de fomento agrário que já vinham do século XIX optando pelos desenvolvimentistas que comandaram o processo de integração na CEE.
Ao desmantelarem a Reforma Agrária, os ministros Cardoso e Cunha e Álvaro Barreto, do PSD , colocaram os agrários na caça aos subsídios da CEE e mandaram a população para as periferias de Lisboa, Porto e Setúbal, deixando em sua vez plantações de eucaliptos.
Nessa altura, Gonçalo Ribeiro Teles era um dos poucos ecologistas que pregava no deserto, enquanto os tecnocratas da agroindústria, os especialistas em engenharia financeira, os planeadores do betão e os criados das multinacionais fizeram do interior a terra de ninguém.
Ou só de alguns, muito poucos e muito idosos, por vezes as vítimas mortais dos trágicos fogos.
Este é o fado desde os anos 80 dos governos da AD, do Bloco Central, da PÁF, do PS, da Geringonça .
Ficaram a gerir os tachos das empresas públicas e o sistema de consultadoria da integração europeia, do desenvolvimento regional e do apoio às autarquias. Morreu um país rural que já não volta mas pouco se aprendeu com os bons exemplos e boas práticas, do Minho ao Algarve, da agricultura dos vinhos, do azeite, das frutas e das hortas de legumes em que somos talvez e apenas, dos melhores do mundo
Por quem chamam as chamas dos incêndios?
Quando vamos entender que as chamas trágicas dos incêndios de Verão estão a apelar para que mudemos a nossa atitude para com a nossa terra …. em vez de julgarmos que é o Governo a lançar dinheiro às pazadas para não sei quantos serviços de combate aos fogos que vai resolver quem queremos ser como país……?
* Mendo Henriques, Colunista Especializado

 

Publicado em Bombeiros, Comunidades, Destaques, Justiça, Oleiros | Tags , | Publicar um comentário

Um novo livro sobre a História e Vida de Corgas

A não perder.

Corgas, história e vida

Corgas, história e vida

Publicado em História, Proença-a-Nova | Tags , | Publicar um comentário

O novo preço da água em Oleiros – Esclarecimento

Após 30 anos sem alterar o preço, Oleiros viu-se na necessidade de alterar os preços

Oleiros foi obrigado a mexer no preço da água obrigado pela ERSE.

Oleiros, não podia continuar a vender a água a um preço inferior à compra, caso contrário não podia concorrer a fundos europeus e teria de devolver os já recebidos nos últimos 2 anos.

Além disso foi-lhe também exigido a obrigatoriedade de cobrar dinheiro pelos resíduos (lixos) e também foi obrigada a cobrar pelo saneamento onde ele existisse.

Caso contrário não haveria a possibilidade de concorrer a fundos e ainda era reduzido o FEF, o que levava a nem sequer haver dinheiro para as contas correntes.

De referir que há mais de 30 anos o preço da água era o mesmo.

O que Oleiros conseguiu foi que o aumento não fosse feito duma só vez, pelo que os munícipes de Oleiros continuam a ter a água mais barata de todo o País, gerando inclusivé, críticas de outros presidentes de Câmara.

Esperamos ter com esta nota ter esclarecido os diversos Leitores que a nós recorreram para perceber as alterações.

Director

Publicado em Destaques, Oleiros | Tags , | Publicar um comentário