CIMBB: Prossegue 2ª fase de recuperação de linhas de água

CIMBB prossegue 2ª fase de recuperação de linhas de água

A Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) iniciou, em 2020, no âmbito de
uma candidatura ao Fundo Ambiental, o projeto – Beira Baixa 3AC – que visa a
recuperação de linhas de água e galerias ripícolas com impacto direto na sub-região da
Beira Baixa.

No âmbito desta candidatura foram selecionadas linhas de água
prioritárias em função das vulnerabilidades identificadas face aos impactos das
alterações climáticas (cheias, inundações e incêndios florestais).
As intervenções dirigidas pela Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa, em
articulação com os municípios integrantes, decorrem nos concelhos de Castelo
Branco, Vila Velha de Ródão, Idanha-a-Nova, Oleiros, Penamacor e Proença-a-Nova. Na
primeira fase, em 2020, foram intervencionados o Ribeiro do Enxarrique (Vila Velha
de Ródão) e o Rio Bazágueda (Penamacor).

Em 2021 iniciou-se a segunda fase e estão a ser intervencionados a Ribeira de Almaceda (Freguesia de Almaceda, Castelo Branco),
o Rio Ponsul (Freguesia de Penha Garcia, Idanha-a-Nova), a Ribeira da Roda (
Freguesia de Oleiros-Amieira, Oleiros) e o Rio Ocreza (União Freguesias de Sobreira
Formosa e Alvito da Beira, Proença-a-Nova).
Estas ações estão a permitir não só limpeza dos leitos das linhas de água mencionadas,
bem como a limpeza e desobstrução de linhas de águas e margens, gerando
contributos económicos, sociais e ambientais para o território no seu conjunto,
nomeadamente, ao nível da agricultura, biodiversidade, economia, florestas, saúde e
turismo.
A intervenção, liderada pela CIMBB, permite, especificamente, colocar em destaque a
melhoria da qualidade da água, a proteção da biodiversidade e ecossistemas fluviais, a
melhoria das condições para a prática da atividade agrícola, a criação de mais-valias
para o turismo, a diminuição do risco de incêndio e o aumento da segurança de
pessoas e bens, valorizando amplamente os recursos hídricos da região.
Esta ação encontra-se alinhada com instrumentos de planeamento, de
adaptação/mitigação das alterações climáticas de âmbito nacional, intermunicipal e
municipal, e pode constituir um exemplo com potencial a ser replicável a nível nacional. Além da visão estratégica da CIMBB na aposta que fez, esta candidatura
revela, ainda, a importância que estes tipos de intervenções podem assumir na
valorização do território e das suas gentes.

O que é a CIMBB
A Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) é uma associação de âmbito
territorial que visa a realização de interesses comuns aos Municípios que a integram.
O âmbito geográfico desta Comunidade Intermunicipal compreende os Municípios de
Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Oleiros, Penamacor, Proença-a-Nova e Vila Velha de
Ródão e tem como missão potenciar e promover o desenvolvimento da sub-região,
otimizando e defendendo os interesses comuns dos Municípios, por forma a reforçar a
identidade conjunta do território.
Para mais informações contactar:
Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa
Email: comunicacao@cimbb.pt | Tel: 272 342 540

Almaceda

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques com as tags , . ligação permanente.