“Já leram as cartas intimas de Camões?”, Na Biblioteca Municipal de Castelo Branco, dia 31 de Outubro às 15H00

Professor Doutor António Salvado é o orador

A Real Associação da Beira Interior, com apoio da Câmara Municipal de Castelo Branco, leva a efeito no próximo dia 31 de Outubro, elas 15 horas, na Biblioteca Municipal, uma palestra sob o título “Já Leram as Cartas Intimas de Camões?”, a ser pronunciada pelo Poeta António Salvado.

Conhecidíssimo como grande poeta épico de “Os Lusíadas”, como genial autor de tantas composições líricas, como curioso dramaturgo de algumas peças de teatro, Luís Vaz de Camões deixou-nos, também, um conjunto de algumas cartas que, se de um ponto de vista puramente estético, nada acrescentam ao indiscritível valor da sua obra, por outro, essas cartas, pelo seu estilo escorreito e familiar e pela sua linguagem surpreendente, definem uma personalidade algo desconhecida do Poeta, essa personalidade à qual o professor António José Saraiva chamou de “a outra máscara” de Camões.

E como afirma o professor Hernâni Cidade, “Camões não destinava essas cartas à posteridade e se as escrevia é porque não podia fazê-lo de viva voz”.

Escritas de Lisboa, de Ceuta, da índia, e enviadas a destinatários amigos, nunca se descortina um Camões, a caminho da índia, a lamentar-se de ter sido vítima, em Lisboa, de invejas e malquerenças; noutra a narrar e a descrever hábitos e características da vida indiana (principalmente das damas); noutra ainda a informar sobre o mundo subterrâneo de prazer (e de triste realidade) que tem como cenário a vida nocturna e da ambiência nocturna de lisboeta; ao lado, também, de duas cartas que nos testemunham um Camões lírico a confessar intrínsecas tristeza.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *