Porto jogou no Dragão com o Marítimo e perdeu por 2-3

Surpresa no Dragão

Num jogo habitualmente difícil (as equipas de Lito Vidigal não facilitam) o Porto que vinha de uma extraordinária vitória no Bessa por 0-5 onde rubricou uma 2a parte de alto nível, encontrou dificuldades desde o início e só aos 10′, Luís Dias desferiu um remate poderoso.

Aos 11′, Correia viu um golo anulado por fora de jogo, mas aos 24′ Rodrigo Pinho marcou para o Marítimo, voltando a marcar aos 51′ com um portentoso remate.

Antes do intervalo, o Porto por Pepe, empatou o jogo que foi assim para o intervalo.

Aos 51′ o Marítimo marcou de novo por Rodrigo Pinho, aliás o melhor marcador do campeonato.

Aos 70′ o Porto reclamou golo anulado por a bola (discutível) não ter entrado totalmente.

Com os nervos já à flor da pele, Alex Telles falhou um penalty e deixou a equipa em estado de choque.

Era evidente já que o Porto pode ter encarado este jogo como resolvível a todo o momento, o que não aconteceu e aos 91′ o Marítimo ganhava no Dragão.

O Porto necessita de estabilizar a equipa, Alex Telles sai ou não sai? Tony Martinez vem ou não vem?

Amir, o guarda redes do Marítimo brilhou em toda a linha e aos 93′, Nanu marcou para o Marítimo o 1-3 já sem surpresa, e, finalmente, aos 99′ o Porto por Octávio marca o segundo golo do Porto, fixando o resultado em 2-3, facilitando a vida do Benfica que se vencer amanhã fica na liderança isolada.

  • Com Tony Teixeira, Correspondente em Genebra, em serviço para o Jornal de Oleiros no Dragão

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Oleiros com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *