Oleiros apoia proprietários lesados pelos fogos de Julho

Município atribui apoios a proprietários lesados pelo incêndio de julho

Município atribui apoios a proprietários lesados pelo incêndio de julho

À semelhança de outras ocorrências congéneres em anos anteriores, o Município de Oleiros está a atribuir apoios aos proprietários das várias localidades das freguesias de Oleiros-Amieira, Isna e Mosteiro que foram fortemente afectadas por um incêndio, no período de 25 a 29 de julho.

Os lesados devem fazer chegar o pedido ao Gabinete de Acção Social.

Como consequência deste incêndio, um número considerável de pessoas viu-se sem água própria e recolhida de nascentes ou depósitos, uma vez que as tubagens de plástico arderam.

Os técnicos do Município fizeram um levantamento inicial dos prejuízos e constataram a falta de água para consumo humano, bem como de tubagens de água (que arderam), necessárias aos proprietários de terrenos e /ou animais, que assim se viram privados do abastecimento de água proveniente de nascentes próprias.

O Município, ciente da importância que o regadio tem para a agricultura e pecuária, representando um meio de subsistência para os agricultores destas povoações, está a disponibilizar apoios à população atingida.

A medida foi deliberada por unanimidade em Reunião de Câmara, no dia 14 de agosto, pretendendo mitigar os prejuízos causados pelo incêndio, traduzindo-se no ressarcimento dos custos que os habitantes lesados tiveram de suportar para restabelecer o seu potencial produtivo.

Para que os proprietários sejam ressarcidos das importâncias correspondentes aos prejuízos, devem entregar o pedido no Gabinete de Acção Social, acompanhado de uma cópia do(s) documento(s) de despesa em questão.

Consulte a Ata N.º16 – 2020 aqui.

VOLTAR

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Oleiros com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *