Associação de Municípios contesta posição do PAN

CIRAE é composta por 12 municípios

Esta Associação de Municípios já solicitou uma vistoria técnica à entidade oficial fiscalizadora, que é a DGAV.

Assumimos que possam existir algumas inconformidades pontuais do ponto de vista estrutural, o que determinou proposta de intervenções para a reparação das instalações e ampliação para duplicar a capacidade, assim como para a edificação de uma unidade cirúrgica direcionada para a esterilização dos animais, espaço de recreio e aquisição de viatura de transporte, num investimento de curto e médio prazo que se estima em 250.000,00 €.

A necessidade extrema da realização de visita após contactos anteriores, tendo sido dada conta de disponibilidade em data a agendar, deixa-nos a interrogação, se não a certeza, de haver uma agenda política que não se coaduna com a defesa do bem-estar animal, mas antes, eventualmente, com outras intenções e/ou negócios ligados a esta atividade, considerando que a APAAE, Associação de Castelo Branco, interpôs recentemente providência cautelar contra a constituição desta Associação de Municípios.

Esta súbita e agressiva visita das deputadas do PAN visou apenas colocar este assunto na agenda mediática, sacrificando o CIRAE enquanto “bode expiatório”, objetivando julgamentos na praça pública, e intentando condicionar a referida providência cautelar, comparando o CIRAE à tragédia de Santo Tirso.

Qualquer pessoa pode visitar as nossas instalações, realizando marcação prévia devido aos constrangimentos provocados pela COVID-19 e assim poderão comprovar em que condições efetivamente vivem os animais que aqui estão enquanto aguardam uma nova família.

Como poderão ver pelas fotografias divulgadas na página do Facebook do PAN, os animais do CIRAE estão bem alimentados – caso estivessem esfomeados não haveria restos de ração fora dos pratos – e em celas limpas.

Somos pela defesa do bem estar animal.

Os Municípios aderentes ao CIRAE: Ferreira do Zêzere, Gavião, Idanha-a-Nova, Mação, Nisa, Oleiros, Ourém, Pampilhosa da Serra, Proença-a-Nova, Sertã, Vila de Rei e Vila Velha de Rodão

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *