Idanha-a-Nova promove hortas pedagógicas para os mais novos

Idanha promove Hortas Pedagógicas para os mais novos

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova deu início ao projeto Hortas Pedagógicas nos Centros de Atividades de Tempos Livres (CATL) do concelho, durante a interrupção letiva deste verão.

A atividade consiste na implementação de superfícies destinadas a hortas escolares, criando laboratórios vivos de aprendizagens relacionados com o empreendedorismo rural, com a agricultura e com a produção de alimentos.

As aprendizagens a desenvolver, que têm uma forte componente prática, estão ligadas às temáticas inerentes ao ambiente, ao respeito pela biodiversidade e à promoção de hábitos alimentares saudáveis e sustentáveis”, refere Armindo Jacinto, presidente da Câmara de Idanha-a-Nova.

O autarca considera que “na qualidade de membro da Rede Internacional de Bio-Regiões, o concelho de Idanha-a-Nova tem, simultaneamente, a responsabilidade e o potencial para se assumir como uma referência na produção alimentar sustentável e de qualidade”.

E para Armindo Jacinto tudo começa na infância: “Por isso, para fruição das crianças do Agrupamento de Escolas de Idanha-a-Nova criámos as Hortas Pedagógicas, onde as crianças podem aprender a cultivar e cuidar de uma horta, em contacto com a natureza, assim como adquirir bases para uma alimentação saudável”.

As Hortas Pedagógicas têm os seguintes objetivos: promover o empreendedorismo de base rural; potenciar o gosto pela agricultura e pelo meio rural; e desenvolver atividades no âmbito da produção de alimentos aliada a escolhas alimentares saudáveis e sustentáveis.

A iniciativa já está a ser desenvolvida nos Centros de Atividades de Tempos Livres de Ladoeiro, Monsanto, Penha Garcia, Rosmaninhal e Termas de Monfortinho.

É o mais recente projeto municipal dedicado à produção alimentar sustentável, alinhado com outros projetos em Idanha-a-Nova que visam elevar os níveis de empreendedorismo, inovação e sustentabilidade no Mundo Rural.

As “Hortas Pedagógicas – Food Lab Kids” são uma atividade organizada pelo Município de Idanha-a-Nova, em parceria com o Agrupamento de Escolas José Silvestre Ribeiro, e integra o Plano Integrado e Inovador de Combate Contra o Insucesso Escolar, promovido pela Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) e financiado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e UE – Fundo Social Europeu.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Educação, Idanha-a-Nova com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *