(Actualização) Activado plano municipal de emergência em Oleiros – Fase Alerta

Presidente Fernando Jorge envia mensagem à população

Estimados Oleirenses,

Vivemos hoje um tempo novo e quero neste tempo fazer-vos um grande pedido,

pois que é sabido que o vírus que tantas mortes está a provocar no Mundo, mata sobretudo as pessoas com mais de 60 anos.

As crianças transportam o vírus mas raramente adoecem e adoecendo é sem gravidade.

No nosso Concelho nem na nossa Comunidade (Concelhos de Castelo Branco, Penamacor, Idanha-a-Nova, Vila Velha de Ródão, Proença-a-Nova e Oleiros), ainda não é conhecido nenhum caso desta doença. Mas infelizmente, ela vai cá chegar.

Assim peço-vos encarecidamente o seguinte:

  1. Fiquem em casa. Se saírem mantenham 3 metros de distância de outras pessoas.
  2. Os avós não convivam com os netos nestes próximos tempos, para poderem abraçá-los durante muitos anos, mas só depois desta pandemia passar.3. O Município de Oleiros, irá adquirar Kits para despistar esta doença. Entre em contacto connosco para ter acesso ao mesmo, apenas se o seu médico assim aconselhar.

Um forte abraço para todos do vosso conterrâneo e amigo, que desempenha neste momento as funções de Presidente da Câmara,

Fernando M. Jorge

………………….

Activação do plano Municipal de Emergência e Protecção civil de Oleiros

. Fase Alerta

O Município de Oleiros activou hoje, 20/03/2020, o Plano Municipal de
Emergência e Proteção Civil (PMEPC) – Fase de Alerta, na sequência da
entrada em vigor do estado de emergência e para poder dar melhor
resposta no combate à pandemia de Covid-19.
Após reunião da Comissão Municipal de Proteção Civil reduzida e,
após ter solicitado pedido de parecer a toda a comissão, foi aprovado
por unanimidade a activação do PMEPC de Oleiros – Fase de Alerta.
Pretende-se assim garantir as condições favoráveis à mobilização
rápida, eficiente e coordenada de todos os meios e recursos
disponíveis no concelho de Oleiros, assim como de outros meios de
reforço externos que sejam considerados essenciais e necessários
para fazer face à situação de emergência.
O Município de Oleiros reforça ainda a criação de duas linhas de apoio
extraordinário, no âmbito do apoio social e psicológico e a criação de
equipas a garantir os serviços mínimos de forma a assegurar sempre todo
o apoio à população nas diversas vertentes.
Agradece-se a colaboração da população, apelando à serenidade,
para que todos juntos, respeitemos as recomendações impostas pelo
Governo da República, por forma a podermos ultrapassar esta
situação epidemiológica.

. Notas complementares

. Celebrações religiosas

O Município e a Paróquia de Oleiros informam que “tendo em conta o estado de emergência em que vivemos, e a situação epidemiológica do COVID-19, a Conferência Episcopal Portuguesa determinou a 13 de março o seguinte: que os sacerdotes suspendam a celebração comunitária da Santa Missa até ser superada a actual situação de emergência e a resolução do conselho de Ministros de 19/03/2020, no seu ponto 19, foi também perentória:

É proibida a realização de celebrações de carácter religioso e de outros eventos de culto que impliquem a aglomerações de pessoas; tal como, funerais que não respeitem as normas de segurança de distanciamento entre pessoas, com a fixação camarária de um limite máximo de presenças.

Por isso, em alinhamento com estas normas governamentais que estabelecem a relação entre a dimensão dos espaços e o número de pessoas comportável em termos sanitários (com as respectivas coimas), propomos a seguinte conduta:

1. As Celebrações da Eucaristia estão suspensas;

2. Apelando à compreensão das famílias enlutadas face ao enorme risco de contágio, os velórios também deveriam se suprimidos por uma questão sanitária muito problemática;

3. Caso seja impossível suprimir os velórios, tem de haver uma restrição muito grande ao número de participantes (apenas a familiares mais próximos) e estes têm de se manter afastados uns dos outros sem os sempre consequentes cumprimentos;

4. A urna deverá manter-se fechada e não haverá procissão para o cemitério;

5. A Celebração Exequial será só realizada no cemitério, salvaguardando sempre as devidas distâncias entre as pessoas;

6. Recomenda-se que as pessoas dos grupos mais vulneráveis, não participem nos funerais.”

. A Câmara de Oleiros chama a atenção para a possibilidade de indivíduos sem escrúpulos procurarem enganar a população;

. A Câmara não vai cobrar água a munícipes e Bombeiros;

  • Com Gabinete de Comunicação da Câmara de Oleiros

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Oleiros com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *