Impressionante esforço da GNR na Operação Fátima

GNR diz que visita do Papa obriga a “operação de larga escala”, mas números estão sob reserva

. Veja também actividade operacional da GNR no Distrito de Castelo Branco

O porta-voz da GNR, Bruno Marques, disse que a peregrinação do papa a Fátima, nos dias 12 e 13 de maio, obriga a “uma operação de larga escala”, mas a informação sobre o dispositivo “anda é reservada”.

Foto: ANTÓNIO COTRIM/Lusa

O porta-voz da GNR, Bruno Marques, disse esta sexta-feira que a peregrinação do papa a Fátima, nos dias 12 e 13 de maio, obriga a “uma operação de larga escala”, mas a informação sobre o dispositivo “anda é reservada”.

“A GNR terá à sua responsabilidade a segurança e, pelos mesmos motivos de segurança, essa informação ainda é reservada, mas a GNR terá empenhada uma força multidisciplinar, com empenhamento de várias valências da Guarda”, afirmou Bruno Marques ao ser questionado sobre o dispositivo que estará em Fátima, garantindo, contudo, que esse dispositivo tem capacidade de “prevenir e cessar qualquer tipo de eventualidade ou ocorrência”.

Numa conferência de imprensa conjunta sobre a peregrinação de 12 e 13 de maio ao santuário, em Fátima, no distrito de Santarém, o responsável garantiu que “a GNR tomou todas as medidas possíveis para garantir a segurança dos cidadãos”, frisando que esta é a “principal preocupação”, mas que “certas medidas são reservadas”. O responsável adiantou que a GNR, a partir de 01 de maio, “estará particularmente atenta à segurança” dos fiéis que se deslocam a pé em direção ao santuário mariano, informando que vão ser desenvolvidas ações de sensibilização sobre os cuidados que os peregrinos devem ter, além do empenhamento de meios nas vias e caminhos onde mais circulem.

Pedindo aos peregrinos que estão a prever deslocar-se para Fátima em viatura própria para equacionarem o uso de transportes públicos, o major Bruno Marques aconselhou a quem opte por veículo próprio a escolha de itinerários alternativos à autoestrada 1, que tem uma praça de portagens em Fátima, “por norma a que regista maior congestionamento de trânsito”.

Nesse sentido, recomendou o uso das autoestradas 8, 13 e 23, assim como o itinerário complementar 9.

. Facilite a organização do evento

O responsável adiantou que “não devem ser montadas tendas na Cova da Iria, existindo um espaço criado para o efeito com condições para tal na avenida Irmã Lúcia, atrás do Pingo Doce, a menos de um quilómetro de distância do santuário”. Questionado sobre a tradição de muitos fiéis acamparem em Fátima por ocasião das grandes peregrinações, o porta-voz da GNR garantiu que serão convidados a sair para o referido espaço.

O presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca, precisou que a área para o campismo se situa junto ao campo de jogos do Centro Desportivo de Fátima e terá “capacidade de acolhimento, com chuveiros e casas de banho”, e segurança, “com a ajuda da GNR”.

Atividade operacional semanal no Distrito de Castelo Branco na semana de 1 a 7 de Maio

O Comando Territorial de Castelo Branco, levou a efeito um conjunto de operações, no distrito de Castelo Branco, na semana de 1 a 7 de maio, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:

  1. Detenções: Três detidos em flagrante delito:
  • Dois por condução sob o efeito de álcool;
  • Um por tráfico e consumo de estupefacientes.
  1. Apreensões:
  • 33 doses de haxixe;
  • 12 sementes de cannabis;
  • Balanças de precisão;
  • Material de corte de estupefacientes;
  • Uma pistola calibre 6.35 mm;
  • Uma pistola de alarme;
  • Diversas munições 6.35 mm;
  • Três telemóveis.
  1. Trânsito:

Fiscalização: 204 infrações detetadas, destacando-se:

  • 84 por excesso de velocidade;
  • 41 relacionadas com tacógrafos.

Sinistralidade: 23 acidentes registados, destacando-se:

  • Um ferido grave;
  • Oito feridos ligeiros.
  1. Fiscalização Geral: 19 autos de contraordenação, destacando-se:
  • Sete no âmbito das leis sanitárias (falta de vacinação antirrábica/registos);
  • Três no âmbito da lei dos animais de companhia (falta de registo/documentação/chip);
  • Três aos Regulamentos Municipais (licenciamento de obras);
  • Três no âmbito do domínio hídrico (desvio/retenção de águas pluviais).
  1. Ações de sensibilização:
  • Sete no âmbito “Floresta Protegida”, tendo sido sensibilizados 51 pessoas/agricultores;
  • Cinco no âmbito da “Segurança e Prevenção Rodoviária”, “Internet Segura” tendo sido sensibilizados 157 alunos e dez professores;
  • Uma no âmbito “Idosos em Segurança”, tendo sido sensibilizados 45 idosos isolados;
  • Três no âmbito “Peregrinação Segura”, tendo sido sensibilizados 76 peregrinos.
  • Saiba mais

Para mais informações contactar o Oficial de Comunicação e Relações Públicas, do Comando Territorial de Castelo Branco, tenente-coronel Fernando Miranda – 961 195 052.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *