(Actualizada ) – Veja dados dos Concelhos – “GNR” mostra dados preocupantes do abandono de séniores

Em actualização

A notícia anteriormente divulgada relativamente ao abandono de idosos a nível nacional, cerca de 45 516, situação preocupante e em crescimento, levou-nos com a ajuda da GNR de Castelo Branco a descer ao pormenor concelhio que hoje revelamos.

Dados do Distrito de Castelo Branco

Total de abandonados 2 410, dos quais 823 são mulheres e 1587 são homens.

Por concelho e pela mesma ordem

. Castelo Branco 213 e 411

. VVRódão, 75 e 140

. Covilhã, 80 e 151

. Belmonte, 55 e 131

. Idanha, 144 e 464

. Sertã, 53 e 98

. Oleiros, 22 e 37

. Proença, 36 e 53

. Vila de Rei, 22 e 42

. Fundão, 86 e 48

. Penamacor, 37 e 12

Os casos de Castelo Branco, Idanha, Covilhã e Fundão são os mais preocupantes

Será possível pelo importante trabalho da GNR subdividir os números, especializando em pessoas sós, pessoas isoladas e pessoas isoladas e sózinhas.

No entanto, os dados são dos totais e importa desafiar aqui os Presidentes de Câmara a olharem e resolverem a situação.

É o desafio que lançamos e a que voltaremos em breve.

……………

. Número de idosos isolados aumentou em relação ao ano anterior cerca de

2 200 – Maioria são mulheres

. Guarda e Beja são os piores distritos

Operação Censos Sénior 2017 – Resultados

Foto de Operação Censos Sénior 2017 – Resultados

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realizou, durante todo o mês de março e em todo o território nacional, mais uma edição dos “Censos Sénior”, que visa identificar a população idosa que vive sozinha e/ou isolada, com o objetivo de atualizar os registos das edições anteriores e identificar novas situações.

Durante a operação foram ainda realizadas diversas ações de sensibilização para que esta população adote comportamentos de segurança que permitam reduzir o risco de se tornarem vítimas de crimes, com especial enfoque na divulgação de conselhos de segurança relativamente à entrada em circulação no dia de hoje, 4 de abril, da nova nota de 50 euros, da série “Europa”.

Desde o ano de 2011, ano que que foi realizada a primeira edição da Operação Censos Sénior, que têm sido sinalizados cada vez mais idosos a viverem sozinhos e/ou isolados ou em situações de vulnerabilidade.

Estes dados não refletem um aumento do número de idosos a viverem nestas situações, mas sim o facto dos censos sénior se constituírem como uma base de dados geográfica cada vez mais completa, potenciando assim um melhor apoio da GNR à nossa população idosa:

Na Operação “Censos Sénior 2017” foram sinalizados 45 516 idosos, dos quais:

·                  28 279 vivem sozinhos;

·                  5 124 vivem isolados;

·                  3 521 vivem sozinhos e isolados;

·       8 592 não se enquadram nas situações anteriores, mas em situação de vulnerabilidade fruto de limitações físicas e/ou psicológicas.

Veja a evolução ao logo dos anos

mostrarPdf.pdf

  • Fonte GNR

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Comunidades, Covilhã, Destaques, Educação, Forças Armadas, Fundão, Idanha-a-Nova, Inclusão, Penamacor, Vila Velha de Ródão com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *