Agência Portuguesa do Ambiente procura identificar poluidores do Tejo

Identificação das fontes de poluição no rio Tejo

. Fratel e Perais receberam 2 amostradores passivos

Amostradores passivos

Foram colocados pela Agência Portuguesa do Ambiente, através da sua Administração da Região Hidrográfica do Tejo e Oeste, no dia 20 de março, dois amostradores passivos no rio Tejo, um em Perais e outro na albufeira de Fratel (a montante da barragem).

Com o objetivo de contribuir para a identificação das fontes de poluição no rio Tejo, estes amostradores permanecerão nestes locais durante um mês, após o qual se realizarão as análises das substâncias retidas.

Estes amostradores permitirão identificar as substâncias lipofílicas (não polares) agregadas à matéria orgânica, através da colocação de fitas SPMD – Semipermeable Membrane Devices e as substâncias hidrofílicas (polares) dissolvidas na água, mediante a colocação de discos POCIS – Polar Organic Chemical Integrative sampler.

 

 

 

# # #

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Vila Velha de Ródão com as tags , , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *