PCP reflete sobre a imprensa em Portugal e promove audição na Assembleia

PCP reflete sobre a imprensa

A realidade de precariedade e desrespeito pelos direitos dos trabalhadores atravessa vários sectores da economia nacional, sendo que o sector da comunicação social não é exceção – um ambiente de instabilidade, pressão e desrespeito pelos direitos dos profissionais da comunicação social, que se tem vindo a acentuar, ao qual acresce a realidade dos despedimentos que têm ocorrido em vários órgãos de comunicação social, que até já conduziram ao desaparecimento de publicações.

Também o processo de concentração dos órgãos de comunicação social nas mãos de um reduzido número de grupos económicos e financeiros, bem como a situação atual do serviço público de rádio e televisão são matérias que preocupam o Grupo Parlamentar do PCP.

A defesa da democracia passa também pela defesa da liberdade de imprensa, do direito a informar e a ser informado, da garantia do pluralismo e do respeito e valorização dos profissionais do sector.

Para aprofundar o conhecimento da realidade vivida no sector da comunicação social, o Grupo Parlamentar do PCP levará a cabo uma Audição Pública no próximo dia 3 de maio, pelas 17h30, na Assembleia da República e onde o nosso jornal marcará presença.

PCP

PCP

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Imprensa, Oleiros com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *