Hospital do Fundão volta a gestão pública

Projeto de Resolução apresentado pela Deputada Hortense Martins na AR defende Gestão Pública no Hospital do Fundão  aprovada por maioria de esquerda!

O regresso à gestão pública do Hospital do Fundão, teve o empenho da Deputada Hortense Martins como primeira subscritora, com os votos do PS, PCP, BE e PEV e teve os votos contra dos deputados do PSD.

Finalmente esta questão ficou esclarecida e decidida na AR.

Ficou ainda evidenciado quem tem lutado, localmente não só nas suas estruturas distritais e locais, nomeadamente através da concelhia do Fundão, também na AR sobre esta matéria. Ao contrário de outros, que têm um discurso na sua terra e outro no parlamento“, diz a Deputada.

Recordamos que já na anterior legislatura tinha sido apresentado , pela deputada Hortense Martins, um projeto semelhante que tinha sido chumbado pelos votos da maioria PSD/CDS. 

A parlamentar e também presidente da Federação do PS do distrito de Castelo Branco fez a defesa da manutenção desta instituição, que faz parte integrante do CHCB Centro Hospitalar da Cova da Beira, no Serviço Nacional de Saúde e sob gestão pública.” Sempre defendemos o reforço do CHCB o que aliás estaria posto em causa com o caminho que estava a ser desenvolvido pelo anterior governo, às escondidas dos profissionais, autarcas e outras entidades, no que designamos pela sociedade civil, que se manifestaram contra essa transferência”, avança a Deputada.

Ficou patente a dualidade de discursos quanto a um processo, que foi sendo atrasado, pela manifestação de posições contrárias. Enquanto que os autarcas, da Covilhã e Fundão transmitiam a sua posição de discordância sobre este processo, fica agora evidente, que centralmente o CDS e o PSD queriam avançar com a transferência, apesar de tudo estar a ser feito nas costas das pessoas, que não foram informadas sobre nada“, conclui Hortense Martins.

Hospital do Fundão.

Hospital do Fundão.

Hortense Martins

Hortense Martins

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Fundão com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *