Gaspalha, berço de emoções

Gaspalha, berço de emoções

Terra pequenina de hábitos singelos, contudo habitada por  gentes de grandes valores.

Reza a história, que outrora,  era terra onde a alegria reinava, tocada e aquecida pelos raios de sol,  que transformavam o orvalho da manhã,  em cristais de brilho,  salpicando aqui e ali as folhas verdes,  que acordavam ao som da melodia dos pássaros que dançavam e cruzavam numa dança de liberdade,  o tranquilo azul do céu.

À noite,  a luz do luar, acariciava o rosto cansado das gentes que ao longo do dia,  se debruçavam  sobre a terra, adornando-a de tantas cores quanto as necessidades de sobrevivência, fazendo dela um quadro pintado de natureza e beleza.

Assim foi ao longo dos anos.

Cruzando o tempo, esta aldeia foi conhecendo rostos que teimosamente a quiseram manter viva e mais, muito mais. Quiseram retirá-la do conhecimento morno, fazendo-a saltar para a vida da Freguesia e  do Concelho.

Levada pelas mãos de homens,  cujo sonho era inquieto, o altruísmo não tinha limites e o amor às raízes era incondicional, hoje a Gaspalha é muito mais que uma aldeia.

Terra de vigor e personalidade própria de quem sabe de onde vem e o que pretende alcançar.

Para tanto,  contribuiu a fundação da Comissão de Melhoramentos da Gaspalha,  a 20 de agosto de 1999, liderada por esse homem de ideais imortais, José Martins Fernandes, acompanhado de um conjunto de pessoas que partilharam consigo,  o que muitos consideravam utópico ou mesmo megalómano. Era a diferença da essência das mentes.

Pese embora o facto,  dessa força quase sobrenatural não estar entre nós, a Gaspalha continua no trilho do seu caminho, demarcando-se do simples sentimento de existência.

A Comissão de Melhoramentos da Gaspalha, continua viva, resiliente,  embalando as amizades conquistadas,  convidando outras a juntar-se  a esta causa nobre de receber , partilhar e viver enquadrado no conceito de magnanimidade.

Entre outras iniciativas,  aproxima-se o nosso tradicional Magusto, dia 21 de novembro,  para o qual estão todos convidados. Serão recebidos com o sorriso e a animação habitual da nossa terra.

Até sempre!

Maria de Fátima Morais

Maria de Fátima Morais

*Maria de Fátima Fernandes Morais, Professora, Presidente da Comissão de Melhoramentos da Gaspalha, escreve regularmente no nosso Jornal

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Álvaro, Destaques, Oleiros com as tags , , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *