Estatuto da GNR – Confrangedor ver na TV um Ministro sem autoridade

Para quem viu ontem, após o Conselho de Ministros, a Ministra da Administração Interna a comentar a não aprovação do Estatuto da GNR, foi no mínimo confrangedor, até chocante.

Não podemos ver na TV um Ministro naquelas condições.

Pessoalmente, embora considere esta ministra um êrro grave de casting  do Primeiro-Ministro que a foi buscar a Coimbra, lamento ao mesmo tempo ver tão baixa preparação, tanto incómodo, tanta falta de coragem e capacidade política.

A GNR é uima força que merece respeito.

Sei do que falo porque assisto à sua actividade pelo país.

Sei quanto apoiam as populações, quanto sofrem com elas. Mereciam mais respeito e, estou certo, com Miguel Macedo as coisas não seriam assim tratadas.

O problema de tantos Generais e Coronéis, inviabiliza uma solução indispensável.

A GNR tem quadros capacitados para substituir o Exército.

Isto não acontece apenas porque há tanta gente a mais, num país tão pequeno.

Nem no tempo da guerra se justificava tanto general.

 

Não foram eles a suportar a guerra que travámos.

Mas era necessária coragem e capacidade que não existem.

Anabela Rodrigues...ainda MAI

Anabela Rodrigues…ainda MAI

GNR

GNR

PF

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Forças Armadas com as tags . ligação permanente.

Uma Resposta a Estatuto da GNR – Confrangedor ver na TV um Ministro sem autoridade

  1. Pingback: Estatuto da GNR – Confrangedor ver na TV um Ministro sem autoridade - Jornal de Noticias

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *