18 de Julho, Largo do Intendente em Lisboa, a não perder

Produtos e territórios

Mercado de produtos agroalimentares e artesanato do interior do país no Largo do Intendente

A parceria Loja do Intendente – Produtos e Territórios, constituída por seis Associações de Desenvolvimento Local (ADL’s), vai estar no próximo dia 18 de julho, pelas 16h, com os produtos e artesanato dos territórios rurais, de Bragança a Reguengos de Monsaraz, no Largo do Intendente (Lisboa).

Integrado no programa dinamizado na capital “Intendente em Festa”, o conjunto de ADL’s vai dinamizar um mercado naquela zona intervencionada de Lisboa. Os vinhos, enchidos, doces e compotas, azeites, mel e artesanato do Nordeste Transmontano, da Serra de Sicó, do Pinhal Interior do Sul, Ribatejo Interior, Norte Alentejano e do Alentejo Central serão os artigos a comercializar, entre as 16h e 20h daquele sábado, 18 de julho.

Esta iniciativa está inserida no projeto Loja do Intendente – Produtos e Territórios que tem previsto o surgimento de um novo espaço de promoção e comercialização dos produtos locais e artesanato destas regiões, com um programa de animação associado. Além de uma loja agroalimentar, o espaço terá uma cafetaria e uma zona de exposições, com intuito de dar a conhecer e valorizar as potencialidades dos 38 municípios que compõem esta parceria.

A parceria é constituída pela CoraNE – Terra Fria Transmontana, Terras de Sicó, Pinhal Maior – Pinhal Interior Sul, ADER-AL – Norte Alentejo, MONTE-ACE – Alentejo Central e TAGUS – Ribatejo Interior, conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa e tem como objetivo despertar o interesse por quem está ou passa pela capital por outras regiões do país.

Intendente, Lisboa

Intendente, Lisboa

 

 

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Economia com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *