“PSD voltou as costas a Castelo Branco e à região…” diz o PS

O aproximar das Eleições em Portugal tende a crispar o ambiente político em Portugal e na região como o provam o comunicado enviado pelo PS de Castelo Branco que apresentamos de seguida, marcado pelo tom duro.

 

“…O oportunismo e a falta de civismo tomaram conta da acção política dos eleitos locais do PSD aos órgãos municipais e da campanha eleitoral antecipada dos social-democratas. Durante os últimos quatro anos, o PSD voltou as costas a Castelo Branco, à Região e ao Interior.

A política para o Interior – a ÚNICA POLÍTICA PARA O INTERIOR – resumiu-se ao fecho de serviços públicos, ao corte nos investimentos públicos e ao aumento da carga fiscal, nomeadamente com a introdução e cobrança de portagens na A23, a autoestrada mais cara do País. Durante quatro anos de governação, o PSD declarou-se cegosurdo e mudo face às dificuldades das empresas e dos investidores, generalizadas a todo o País, mas particularmente acentuadas no Interior.

Mas mal começou a cheirar a campanha eleitoral para as Legislativas, os membros do Governo redescobriram o caminho para Castelo Branco e para o Interior.

O Governo inteiro está em excursão pelo País, em visita a fábricas, a unidades de saúde, a centros de acolhimento, a escolas, a inaugurações de fontanários.

A vertigem é tal, o despudor é tão grande, que para o PSD vale tudo.

Até aproveitar um evento promovido pela Câmara Municipal de Castelo Branco para fazer campanha eleitoral, numa ação política extemporânea e descaradamente oportunista, só própria de quem vive como as cigarras: do trabalho e iniciativa alheias. No PSD houve quem desdenhasse.

Talvez na esperança caricata de que voltando as costas dos discursos inaugurais pudesse ofuscar o sucesso da feira.

Como a infantilidade não surtiu efeitos mágicos, o PSD decidiu oportunisticamente fazer campanha eleitoral no espaço da Feira Sabores de Perdição 2015, uma forma de fazer política que já todos julgávamos enterrada, e na qual o Partido Socialista não se revê. Durante quatro anos, com o seu silêncio cúmplice, o PSD local deu cobertura a todos os ataques e a todos os desmandes do Governo contra a Região e o Interior.

Mas agora que as eleições Legislativas se aproximam, não há semana em que um membro do Governo não se desloque ao Concelho ou ao Distrito para participar em ações de propaganda partidária. Felizmente, os Albicastrenses, os Beirões, têm memória.

E o Partido Socialista de Castelo Branco está ciente da sua responsabilidade e tudo fará para que os Albicastrenses não sejam, de novo, sujeitos ao abandono, ao retrocesso e à injustiça a que este Governo e o PSD condenaram o nosso Concelho, a Região e o Interior durante os últimos quatro anos…” diz o PS de Castelo Branco.

PS

PS

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *