Festival José Afonso de Malpica do Tejo espera milhares de pessoas

Festival José Afonso de Malpica do Tejo espera milhares de pessoas

POR CRISTINA VALENTE

Malpica do Tejo prepara-se para receber, dia 1 de maio, a segunda-edição do Festival José Afonso.

Depois do sucesso alcançado no ano passado, este ano o festival cresceu em número e qualidade.

Temos este ano cerca de 30 artistas em cartaz , o que na prática significa o envolvimento de mais de 100 executantes” afirma José Manuel Galvão, presidente da Junta de Freguesia de Malpica do Tejo.

No ano passado passaram por Malpica nesse dia, cerca de 3 mil visitantes, número que este ano, com o elevado número de artistas envolvidos deverá crescer significativamente.

José Manuel Galvão, desta o facto de todos os artistas participarem no festival de forma gratuita, “vêm de vários pontos do país, e todos de forma gratuita, o que mostra a sentida homenagem que fazemos com esta homenagem a Zeca Afonso“.

A iniciativa tem o apoio da Câmara de Castelo Branco, que desde a primeira hora tem apoiado a iniciativa, “chegámos à conclusão que era um festival que fazia falta numa das freguesias do concelho, e que faz todo o sentido em Malpica, um dos locais por onde passou Zeca Afonso” afirma Arnaldo Brás, vice-presidente da autarquia Albicastrense.

Esperamos que o festival se consolide, e consiga manter a origem e a pureza que está por detrás dele” acrescenta o responsável.

O festival que este ano vai ter como novidade a existência de dois palcos, para “criar mais ritmo, e evitar paragens” vai ser apresentado pelo Jornalista da RTP Jorge Esteves e por José Manuel Alves Jornalista de Castelo Branco, que de resto foi o apresentador da primeira edição.

Para além da música esta será também uma oportunidade para os visitantes conhecerem os produtos de malpica, como o queijo, pão e bolos, que estarão presentes no Festival.

Este ano a Associação Zeca Afonso, associou-se também à iniciativa.

Festival José Afonso

Festival José Afonso

 

 

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *