A Floreste veste a Barbie, alunos dos 1º e 2º ciclo do Distrito participam

Alunos do 1º e 2º ciclo criam roupa de alta-costura em tons floresta para a boneca Barbie

As roupas de alta-costura que vestem a Barbie foram feitas à base de folhas de árvores e plantas diversas (nomeadamente pinheiro, eucalipto, carvalho, loureiro, cerejeira, olaia, moeda do papa, azevinho, perpétuas roxas), complementadas com bolotas, bugalhos, líquenes, musgo e ainda com pequenos apontamentos de urze do mato, musgo e outros materiais.

O resultado final é verdadeiramente surpreendente pela criatividade demonstrada, não só nas roupas mas também nos detalhes: sapatos, chapéus e malas fazem parte dos acessórios desta Barbie amiga do ambiente.

“São criações inusitadas inspiradas na floresta”, sintetiza Sónia Tomé, coordenadora do Centro Ciência Viva da Floresta (CCVFloresta), instituição que promoveu a iniciativa junto dos alunos do 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico, em conjunto com a reconhecida marca de brinquedos Mattel. “As 13 propostas que recebemos estão excelentes, superaram as nossas expetativas, pela diversidade de materiais utilizados e pela forma como foram preparados e trabalhados”, acrescenta.

Agora, a dificuldade está na mão do júri que vai avaliar as 13 Barbies a concurso e que terá de escolher a mais original. Composto por representantes do CCVFloresta, Mattel, Câmara Municipal de Proença-a-Nova e dois professores ligados às Artes Plásticas e Biologia, o júri comunicará a sua decisão no Dia Internacional da Floresta, que se comemora a 21 de Março, através da página do CCVFloresta, em www.ccvfloresta.com.

Aberto à participação de todos os Agrupamentos de Escolas (AE) do Distrito de Castelo Branco, do 1º e 2º Ciclo do Ensino Básico, participaram no concurso “Barbie Veste Floresta” 13 grupos (com um mínimo de 4 e um máximo de 10 elementos) do AE Padre António de Andrade (Oleiros), AE Nuno Álvares (Castelo Branco), AE Gardunha e Xisto (Fundão), AE do Fundão e AE Pedro da Fonseca (Proença-a-Nova). O CCVFloresta convidou ainda o projeto BioAromas, a Universidade Sénior de Proença-a-Nova e o Instituto de São Tiago (Sobreira Formosa) a apresentarem também as suas Barbies Floresta, mas estas 3 propostas não estão a concurso.

Todos os elementos do grupo vencedor receberão uma boneca Barbie e os segundo e terceiro classificados serão premiados com um bilhete para ver o Centro Ciência Viva da Floresta, incluindo a realização de uma actividade.

O concurso “Barbie Veste Floresta” desenvolveu-se no âmbito da missão do CCVFloresta que consiste em criar estímulos para a divulgação científica e dar a conhecer a Floresta, incutir nas crianças e nos jovens a sensibilidade para a mesma e seus recursos e alertar a população escolar para a diversidade e as potencialidades do aproveitamento de produtos que dela provêm e que podem ser facilmente colectados.

Também a Mattel se associou à iniciativa pois, na perspectiva da marca, a Barbie também se preocupa com a natureza e defende o meio ambiente.

Esta parceria é muito importante porque podemos sempre brincar e aprender com a Barbie e, mais uma vez, inspirar a imaginação das crianças de como viver no mundo mais verde”, refere Sara Marçal, diretora de marketing da Mattel Portugal.

A exposição “Barbie Veste Floresta” está patente no Centro Ciência Viva da Floresta até 30 de abril e pode ser visitada gratuitamente.

* Com Magda Ribeiro em Proença-a-Nova

Barbie veste floresta

Barbie veste floresta

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Proença-a-Nova. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *