Proença-a-Nova Membro Fundador do Centro de Competências do Pinheiro Bravo

Município de Proença-a-Nova é membro fundador do Centro de Competências do Pinheiro Bravo

Inverter a tendência de declínio da floresta de pinheiro bravo, valorizar a produção de lenhosa e de outros subprodutos deste importante recurso, agregar competências e conhecimentos de natureza científica e técnica e ainda promover a fileira do pinho (responsável por 80 % dos empregos e 90 % das empresas industriais do sector florestal) são os principais motivos que levaram à criação do Centro de Competências do Pinheiro Bravo (CCPB).

A assinatura do protocolo de criação do CCPB, que decorreu a 27 de Fevereiro no Ministério da Agricultura e do Mar, contou com a presença de 33 instituições, com destaque para a Câmara Municipal de Proença-a-Nova que, para além de membro fundador, será um dos quatros anfitriões a receber as reuniões do Centro.

Para João Paulo Catarino, presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, “este fórum, que pretende juntar à mesma mesa a produção, a investigação e a indústria, poderá vir a ter um papel decisivo na articulação das políticas florestais. Esta fileira precisa de reunir os seus agentes na procura de soluções que permitam remunerar de forma justa os proprietários que ainda acreditam no pinheiro bravo como uma espécie com futuro, e não apenas com passado”.

A missão do Centro de Competências do Pinheiro Bravo é precisamente “promover o desenvolvimento e a sustentabilidade da Fileira do Pinho em Portugal pela via do reforço da investigação, da promoção da inovação, das boas práticas silvícolas e da transferência e divulgação do conhecimento”, como se lê no protocolo.

Na prática, pretende-se uma gestão mais eficaz e ativa do pinhal – aumentando a produtividade, incentivando o investimento e adequando os modelos de silvicultura ao contexto de mercado –, mas também promover um espaço que reúna agentes económicos e entidades do sistema científico nacional que, em conjunto, contribuirão para encontrar e implementar soluções para os principais desafios e constrangimentos à sustentabilidade da fileira do pinheiro bravo.

* Com Magda Ribeiro

João Paulo Catarino

João Paulo Catarino

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Ciência e Tecnologia, Destaques, Proença-a-Nova com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *