Festival gastronómico em Oleiros começa já dia 28 de Março

Sabores do Mediterrâneo – Património Imaterial da Humanidade em destaque na Páscoa em Oleiros

As populações que ao longo dos séculos se fixaram na região da Beira Interior, em grande parte dominada por zonas de montanha e de floresta, pouco propícias à agricultura, perceberam desde cedo a importância da criação de gado caprino e ovino para o seu equilíbrio alimentar. Os beirões sempre aproveitaram, o melhor possível, as carnes do gado miúdo, dando-lhes um lugar de destaque nas mesas de festa e preservando, nalguns casos, saberes dos antigos povos do Mediterrâneo.

Nos fins-de-semana da Páscoa, nos dias 28 e 29 de Março e 4 e 5 e Abril, 9 restaurantes do concelho* vestem-se de festa e participam na sétima edição do Festival Gastronómico do Cabrito Estonado e do Maranho, no qual a carne de caprinos marca o mote.

Os Maranhos, receita beirã, mais precisamente do Pinhal Interior, são preparados com o bucho da cabra, sendo uma espécie de enchido fresco recheado com carne de caprinos e alguns produtos do fumeiro, arroz e uma quantidade apreciável de ervas aromáticas, sobretudo hortelã. A sua receita é semelhante a outras que se fazem em países do Mediterrâneo (como a Espanha, a França, o Líbano e a Turquia), o que nos faz pensar numa matriz culinária comum.

Receita exclusiva de Oleiros, o Cabrito Estonado tem a particularidade de não ser esfolado, mas sim estonado. Ouseja, é assado com a pele em forno de lenha, mantendo a sua pele que fica estaladiça. O cabrito não perde gordura e a sua carne ganha em suculência e sabor. Curiosamente, um livro de culinária do Al-andaluz medieval fala de um borrego estonado com óleo e Alexandre Dumas descreve, deliciado, a experiência de comer um borrego preparado à moda do deserto, na Tunísia, também assado com a pele.

Estes dois pratos nobres, genuínos Sabores do Mediterrâneo – Património Imaterial da Humanidade da UNESCO, faziam parte das ementas dos casamentos e dos batizados, das festas de aldeia e das celebrações do calendário litúrgico. Assim, na Páscoa, aproveite e vá até Oleiros deliciar-se com a mais autêntica gastronomia nacional.

*Os estabelecimentos aderentes ao Festival Gastronómico são, em Oleiros e no Concelho:

Callum ( Hotel de Santa Margarida) (272 680 010),

Casa Peixoto (272 682 250),

Ideal (272 682 350),

Maria Pinha (965 586 477),

Prontinho (272 682 338),

Regional (272 682 309),

Salina (961 258 844)

Orvalho

Pérola do Orvalho (272 746 119)

Ponte de Cambas

Slide (965 720 287).

Imperdível...

Imperdível…

 

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Cambas, Destaques, Economia, Oleiros, Orvalho, Turismo com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *