Castelo Branco – I Jornadas de Investigação em Cuidados Paliativos

ÚLTIMA HORA

Momento alto em Castelo Branco

I Jornadas de Investigação de 20 a 21 de Março

APCP realiza I Jornadas de Investigação em Cuidados Paliativos

De 20 a 21 de Março, a Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos leva a cabo as suas I Jornadas de Investigação em Cuidados Paliativos, na Escola Superior de Saúde Dr. Lopes Dias, do Instituto Politécnico de Castelo Branco.

As jornadas de investigação da APCP são dirigidas a multiprofissionais, alunos, estudantes de pré-graduação, docentes de instituições de ensino Superior, sócios e não sócios da APCP.

O programa científico conta com a realização de conferências, sessões plenárias e workshops dirigidos por uma comissão científica: Manuel Luís Capelas, Carla Reigada, Catarina Simões, Cátia Ferreira, Cristina Pinto, Herminio Araújo, Paula Sapeta e Rita Abril.

Estarão em discussão temas como: “Investigação em Cuidados Paliativos em Portugal“: o tempo e o modo, com o orador Prof. Doutor António Barbosa; “Questões éticas de investigação em cuidados paliativos“, com o grupo de reflexão Ética da APCP; “Particularidades multiculturais e religiosas na investigação de

cuidados paliativos“, com o orador Prof. Doutor Paulo Mendes Pinto e “Novidades e desafios científicos Cuidados Paliativos no Norte de Portugal”, com a Doutora Barbara Gomes, entre outros temas livres.

As Jornadas de Investigação em Cuidados Paliativos -2015 têm como objetivo revelar investigação nesta área realizada em Portugal e como tal com resultados adequados à nossa realidade.

Serão abordados temas, como controlo e melhoria dos cuidados, competências dos profissionais, cuidados paliativos pediátricos, controlo de sintomas, melhoria da qualidade de vida, apoio à família e cuidadores.

As inscrições para as jornadas são realizadas via online em www.admedic.pt

Cuidados Paliativos

Cuidados Paliativos

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *