Reconstrução da Igreja de S. João Baptista de Cambas

Reconstrução da Igreja de S. João Baptista de Cambas financiada

Nova candidatura efetuada pelo Gabinete Técnico aprovada

A candidatura para comparticipação da obra de conservação e restauro da Igreja de S. João Baptista de Cambas, efetuada pelo Gabinete Técnico do Município de Oleiros no âmbito do sub-programa 2 do Programa Equipamentos Urbanos de Utilização Coletiva, ao abrigo do despacho MCOTA n.º 7187/2003, publicado em 11 de abril, foi aprovada em 70%.

O projeto de 73.000 euros vai ser financiado em 51.100 euros, conforme informação da Secretaria de Estado da Administração Local.

Recorde-se que este templo assumiu a função de Igreja Matriz até meados do século XX, tendo sido simultaneamente sede do priorado de S. João Baptista de Cambas, ligado diretamente à Casa Real.

Pertenceu durante alguns anos à diocese da Guarda, sendo considerada na altura a mais rica de todas as suas igrejas.

Situado muito próximo do Rio Zêzere, o imóvel evidencia grande antiguidade e riqueza, realçadas no interior pelo esplendor do espólio que apresenta, como é o caso dos oito painéis de azulejos moçárabes do séc. XVI, do majestoso altar-mor em talha dourada, das representações de S. João Baptista e S. Sebastião em pedra, do riquíssimo sacrário em talha, do púlpito em madeira policromada rematado na base pela emblemática figura popularmente designada “carranca do púlpito”, já para não falar das imagens de pedra da Santíssima Trindade e de S. Brás ou da emblemática imagem do Sagrado Coração de Jesus.

Na sequência da realização de obras de conservação no edifício, ao nível de fachadas, paredes interiores e escadaria exterior e ao nível das suas madeiras, nomeadamente com a reconstrução do tecto e do coro, esta intervenção compreende a realização obras de conservação e restauro ao nível do altar-mor e dos altares laterais, das grades do baptistério, da pia baptismal, do púlpito e de duas telas.

Igreja S. João Baptista

Igreja S. João Baptista

 

 

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Cambas, Destaques, Igreja católica com as tags , . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *