CulturIN une tecido associativo de Idanha-a-Nova

PROJETO ASSENTA EM TRÊS PILARES FUNDAMENTAIS

CulturIN é um novo programa que visa o desenvolvimento cultural, educacional e social do concelho de Idanha-a-Nova, propondo-se a envolver nesse esforço as mais diversas instituições locais de âmbito cultural, social, recreativo e desportivo.

O projeto foi apresentado no início de dezembro, numa reunião que juntou representantes de várias associações locais. A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, o Centro Municipal de Cultura e Desenvolvimento (CMCD) e a Filarmónica Idanhense, promotores do CulturIN, deram a conhecer as suas linhas gerais.

O CulturIN irá assentar em três pilares fundamentais, nomeadamente o Gabinete de Apoio ao Associativismo, o Centro de Estudos Musicais e a Academia de Cultura e de Cooperação.

O apoio administrativo e logístico às associações, a preparação de candidaturas a fundos comunitários e a criação de novas ideias culturais são objetivos do Gabinete de Apoio ao Associativismo.

 CultuIN - Apresentação

O Centro de Estudos Musicais irá, por seu lado, contribuir para a recolha, inventariação, preservação e divulgação do património etno musical do concelho de Idanha-a-Nova.

A Academia de Cultura e de Cooperação, propõe-se a desenvolver atividades com o envolvimento de instituições locais das mais diversas áreas, promover formação em entidade certificada (o CMCD), organizar atividades de ocupação de tempos livres, gerir uma rede de voluntariado e, como bandeira, tem a criação de uma universidade sénior.

O novo projeto pretende “reforçar o já muito dinâmico movimento associativo do concelho, tornando-o ainda mais ativo e pro ativo, em prol do desenvolvimento do concelho”, explicou o presidente da Câmara de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto.

O trabalho a desenvolver no âmbito do CulturIN é um dos muitos argumentos que Idanha-a-Nova apresenta na candidatura do município à Rede de Cidades Criativas da UNESCO, na área da Música.

Esta entrada foi publicada em Autarquias, Destaques, Educação, Idanha-a-Nova, Turismo. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *