ACICB promove missão empresarial à China

COM EMPRESÁRIOS DE DIFERENTES SETORES

A ACICB, Associação Empresarial da Beira Baixa promoveu entre os passados dias 15 e 22 de novembro, uma missão empresarial à República Popular da China, a qual pretendeu estabelecer parcerias a diversos níveis, da economia ao ensino, entre outros setores.

O presidente da ACICB, Adelino Minhós, referiu a este propósito que “todas as instituições envolvidas nesta missão empresarial consideraram que a nossa região tem potencial e atividades que se enquadram no mercado chinês. Temos produtos de alta qualidade e, apesar de a nossa produção não ser em quantidade, tendo em conta a dimensão do mercado que visitámos, podemos aproveitar nichos de mercado na China”.

Adelino Minhós

Adelino Minhós

Sobre esta iniciativa, que envolveu a participação de cerca de duas dezenas de empresas, lembrou ainda o apoio que esta missão empresarial teve por parte da Câmara Municipal de Castelo Branco e da InovCluster, Associação do Cluster Agroindustrial do Centro, que desde a primeira hora se associaram à missão.

A comitiva foi recebida no Consulado Geral de Portugal em Macau e Hong Kong, pelo Cônsul Vítor Sereno, e pela responsável da AICEP, Maria João Bonifácio.

No decorrer de uma reunião de trabalho, ambos os responsáveis apresentaram a realidade do mercado chinês aos empresários portugueses, suas oportunidades e constrangimentos, destacando ser esta uma economia com elevado grau de abertura ao exterior.

A missão integrou também a realização de um cocktail e de um jantar com produtos portugueses, oriundos de empresas associadas da InovCluster, o qual reuniu importadores, distribuidores e jornalistas chineses e macaenses que se interessaram por esta iniciativa. Produtos como o vinho, o azeite, os queijos, a bolaria e a charcutaria estiveram em destaque, abrindo-se-lhes portas neste país.

A comitiva portuguesa reuniu-se ainda com empresários e importadores chineses, numa reunião promovida pelo presidente da Liga dos Chineses em Portugal, Y Ping Chow, o qual fez questão de integrar esta missão.

ACICB China (1)

O setor educativo também esteve em relevo, com as visitas ao Instituto Politécnico de Macau e à Escola Portuguesa de Macau. Nesta ocasião foi assinado um protocolo de colaboração entre a publicação Ensino Magazine e a Escola Portuguesa.

Os empresários portugueses tiveram ainda a oportunidade de se reunirem com quadros do Banco Nacional Ultramarino, em Macau, tendo o encontro sido bastante útil, sobretudo para o esclarecimento de diversas questões relacionadas com as exportações para aquele território, as formas de pagamentos, as sociedades comerciais e outras que se possam formar com parceiros locais, e outros assuntos de interesse empresarial e a sua relação com a banca a operar naquele mercado asiático.

O balanço desta visita é bastante positivo, tendo inclusivamente superado as expetativas iniciais que foram colocadas. Neste sentido, é de prever que esta associação empresarial venha a desenvolver, futuramente, outras iniciativas do género, por forma a defender aqueles que são também os anseios e as expetativas de todos aqueles que representamos.

A ACICB conta atualmente com 1.100 associados, que são transversais a todos os setores de atividade económica.

Esta entrada foi publicada em Destaques, Economia. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *