Câmara da Covilhã acaba com papel nos serviços municipais

SISTEMA ENTROU EM VIGOR A 1 DE DEZEMBRO

A Câmara Municipal da Covilhã começou esta semana a implantar o novo sistema de gestão documental que pretende acabar com o papel nos serviços municipais, anunciou hoje a autarquia.

Papoelada

Em nota enviada à agência Lusa, o município diz que o sistema entrou em vigor a 01 de dezembro e que permitirá que “a informação deixe de circular em papel, pelo que todos os documentos serão tratados digitalmente numa plataforma eletrónica centralizada”.

O documento ressalva que a medida se enquadra numa forte aposta da autarquia para alcançar a “modernização administrativa, eficácia e celeridade dos serviços municipais”.

Segundo o município, a medida “irá permitir que a Covilhã passe a fazer parte da lista das poucas autarquias que aderiram à desmaterialização, adaptando-se a um ambiente de interoperabilidade, perante o qual se comunica a partir de qualquer local, inclusive com o sistema autárquico central”.

Papelada1

Contactado pela agência Lusa, fonte oficial do município esclareceu que o sistema abarcará mais duas fases, que incluem a implementação no serviço de urbanismo e a modernização da página na internet, de modo a que os munícipes possam aceder a determinados serviços (como pedidos de licenças, requisições ou entrega de documentos) através desta plataforma.

Aquela fonte referiu ainda que os funcionários da autarquia já tiveram formação para trabalharem com o novo sistema e que o investimento global é de cerca de 900 mil euros.

*Com/Lusa

Esta entrada foi publicada em Covilhã, Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *