Cante alentejano é Património da Humanidade

UNESCO APROVOU HOJE CANDIDATURA

O presidente da Casa do Alentejo, João Proença, destacou que o dia de hoje, marcado pela consagração do cante alentejano como Património da Humanidade, é “marcante para os alentejanos” e “um orgulho muito grande para o país”.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

“É um dia marcante para os alentejanos e acredito que é também um orgulho muito grande para o país, na medida em que o cante alentejano é hoje apreciado de norte a sul” de Portugal, congratulou-se.

O cante alentejano, um canto coletivo, sem recurso a instrumentos e que incorpora música e poesia, foi hoje classificado como Património Cultural Imaterial da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

A distinção foi aprovada, hoje de manhã, pelo Comité Intergovernamental da UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial da Humanidade, que está reunido esta semana em Paris (França).

O comité aprovou a candidatura do cante alentejano e a sua inscrição na lista representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Segundo o responsável pela Casa do Alentejo, esta proclamação representa “o culminar de muito trabalho e de muitas noites a ensaiar”.

Cante Alentejano

“Vemos hoje consagrada nesta decisão da UNESCO a aspiração de muitos anos”, não só no Alentejo, mas igualmente “nas zonas metropolitanas de Lisboa e Setúbal”, onde existem “mais de 50 grupos corais de cante alentejano em funcionamento”.

João Proença referiu que, nos últimos anos, coincidindo com o período de preparação da candidatura apresentada à UNESCO, “têm surgido bastantes grupos” e “a motivação” em torno desta prática cultural “alterou-se positivamente”.

“Julgamos que, tal como aconteceu no Alentejo, esta classificação irá motivar ainda mais os alentejanos e amigos a participarem nesta forma de cantar”, vaticinou.

O cante alentejano “já merece muito respeito por todo o país”, mas vai também, a partir de agora, afiançou o presidente da Casa do Alentejo, “passar a receber mais atenção” de Portugal.

Cante alentejano1

A candidatura a Património da Humanidade foi entregue à UNESCO em março de 2013, depois de, em 2012, o Ministério dos Negócios Estrangeiros ter decidido adiar a sua apresentação, por considerar que o processo não reunia condições para ser aceite.

No final de outubro deste ano, uma comissão internacional de especialistas da UNESCO deu um parecer positivo à candidatura, que classificou como “exemplar”.

A candidatura foi promovida pela Câmara Municipal de Serpa/Casa do Cante, com o contributo da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, da Casa do Alentejo, em Lisboa, da Confraria do Cante Alentejano e da Moda – Associação do Cante Alentejano.

O “(can)to da (te)rra”, que “retrata a ligação umbilical do trabalhador com a terra-mãe”, é um canto coletivo, sem recurso a instrumentos e que incorpora música e poesia, associado geograficamente ao Baixo Alentejo, segundo os promotores da candidatura.

*Jornal de Oleiros/Lusa
 

Esta entrada foi publicada em Destaques, Turismo. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *