Idanha-a-Nova debate património e tradições

“ENCONTROS COM A BEIRA”

O tema do património e das tradições esteve em debate no Centro Cultural Raiano, em Idanha-a-Nova, na passada sexta-feira, no fórum “Encontros com a Beira”, uma iniciativa do nosso colega Jornal do Fundão, com o apoio da Celtejo.

O diretor do Jornal do Fundão, Nuno Francisco, moderou uma mesa onde estiveram presentes o presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, Armindo Jacinto, a investigadora Maria Antonieta Garcia e o historiador António Catana.

Armindo Jacinto,

Maria Antonieta Garcia, Nuno Francisco, Armindo Jacinto e António Catana

O envolvimento das populações locais nas estratégias de preservação e valorização do património foi uma das ideias partilhadas por Armindo Jacinto. O autarca afirmou que “se as pessoas entenderem que o património e as heranças culturais são mais-valias para o desenvolvimento do território, serão elas as suas mais acérrimas defensoras”.

Lembrando que o mundo rural é o espaço ideal para trabalhar estas temáticas, Armindo Jacinto defendeu o investimento no património natural e histórico-cultural, sobretudo através de projetos de qualidade que liguem a tradição à inovação, criando riqueza e, consequentemente, emprego.

António Catana começou por observar que Portugal “é um dos países europeus em que a cultura tradicional se mantém mais viva”, de que é exemplo maior Idanha e a preservação dos seus traços identitários.

Autor de um vasto trabalho de investigação sobre o património cultural deste concelho, António Catana apresentou algumas das manifestações de religiosidade popular preservadas fervorosamente pelas populações, que hoje atraem investigadores, turistas e devotos.

Maria Antonieta Garcia, por seu lado, referiu que territórios como Idanha-a-Nova “estiveram perdidos no mapa mas o país começa a perceber que, afinal, são lugares carregados de magia, onde homens e mulheres mantiveram vivos a cultura e o património português”.

Esta entrada foi publicada em Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *