Vitória garante invencibilidade e liderança na série

CAMPEONATO NACIONAL DE SENIORES

Tourizense 0 – Benfica e Castelo Branco 1

Não era fácil esta deslocação do Benfica e Castelo Branco a Touriz para o embate com a equipa local. Para além do objetivo de manter a liderança na série estava no tabuleiro de jogo manter a própria invencibilidade da equipa. O ambiente no campo do Tourizense foi igual a tantas outras, com a pressão do público sobre os jogadores albicastrenses e sobre a equipa de arbitragem, garantindo um clima adverso, apanágio das gentes aguerridas de Touriz.

benfica cb

E foi o que aconteceu novamente neste embate entre as duas equipas. Os encarnados, contudo, não se deixaram amedrontar, tendo colocado um fio de jogo em campo que garantiu seguramente, ter sido a equipa que melhor desempenho teve ao longo do encontro.

O Touriz entrou a criar perigo logo no primeiro minuto de jogo, só não marcando porque na baliza dos encarnados, estava um senhor chamado Hidalgo, que com uma excelente defesa, evitou que tal acontecesse. Aliás o guardião internacional foi o esteio da equipa, efetuando defesas de grande qualidade.

O Benfica CB acabou por inaugurar o marcador aos 36 minutos, num livre direto apontado por João Rui, num remate muito bem colocado. O intervalo chegou com vantagem mínima da equipa da Beira Baixa.

No segundo tempo intensificou-se a pressão dos da casa, mas foram de facto os encarnados albicastrenses que senhores de uma maior experiência, perante uma equipa jovem, mantiveram o domínio do jogo até ao final, vencendo com justiça a equipa de Touriz e mantendo assim tanto a invencibilidade na prova como a liderança do grupo E do campeonato nacional de seniores.

A arbitragem fez um trabalho que não influenciou o resultado apesar de aqui e ali se ter deixado afetar pela pressão do público de Touriz.

Campo de Jogos Visconde de Vinhal

Árbitro: Daniel Cardoso

Auxiliares: João Silva e Pedro Ribeiro (AF Aveiro)

Tourizense: Bruno Pinto, Gerson, Jomo (46, Miguel Galeão), Bosiwgua (73, Pedro Costa), Cafu, Amar, Mataus, Tiago Dias, César, Claúdio e Pule (67, Rui Sérgio).

Treinador: Tó Margarido

Cartão amarelo: Jomo (17) Tiago Dias (33) e Bosiwgua (35).

Cartão vermelho: Tiago Dias (80)

Benfica CB: Hidalgo, André Cunha, Vasco Matos (10, Telmo), Chileno, Sebastien (65, Filipe Fernandes), Job, Fábio Marinheiro, Fábio Santos, Marocas (76, Fábio Brito), Dani Matos e João Rui.

Treinador: Ricardo António

Marcador: João Rui (36)

Cartão amarelo: Sebastien (18), Dani Matos (40), Job (51 e 60), Filipe Fernandes (75) e Chileno (90+1).

Cartão vermelho: Job (60)

Esta entrada foi publicada em Desporto, Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *