Moche Rip Curl Pro Portugal, já sem portugueses

A praia de Supertubos foi o cenário de muitas surpresas, que marcaram hoje o evento Moche Rip Curl Pro Portugal.

O Round2 teve início pelas 8 da manhã e foi logo no segundo heatque, Nicolau Von Rupp, vencedor dos Moche Trials, foi eliminado pelo havaiano John John Florence que saiu de um tubo bastante longo e ainda investiu num aéreo. O português acabou por não conseguir responder a esta onda e foi eliminado da etapa.

À medida que os heats prosseguiam, a areia passou a ser tomada por uma moldura gigante humana que chegou a contar com cerca de 50.000 pessoas (dados disponibilizados pela proteção Civil). O cenário foi perfeito, ondas, calor e um público efusivo que apoiou incansavelmente a elite mundial do surf.

E foi com o único surfista português em prova, Tiago Pires, no heat 12 do Round 2, que o público atingiu o auge desta vez a aplaudir de pé. Apesar de não ter vencido, Tiago Pires saiu de dentro de água, e esteve cerca de 40 minutos a agradecer o apoio e a dar autógrafos. O português acabou por ser eliminado pelo vencedor do evento do ano passado, o australiano Kai Otton.

Os outros dois destaques vão para a eliminação do brasileiro Gabriel Medina e do americano Kelly Slater. Deixando assim a etapa Moche Rip Curl Pro Portugal como um evento marcante na revolução das posições do ranking.

O nº1 do ranking mundial da ASP, Gabriel Medina, era o único surfista com possibilidade de ser coroado nesta etapa em Portugal e acabou por ser eliminado hoje, no heat 6 do Round 3, pelo americano Brett Simpson (nº 32 do ranking) por apenas 6 décimas de diferença.

Medina saiu da água a 2 minutos do final do heat sem nenhuma explicação e regressou mais tarde à praia para justificar o sucedido: “Pensei que tinha conseguido os pontos necessários para passar o heat mas não foi o suficiente. Estou muito triste com esta derrota. Estava preparado para vencer o título aqui mas agora estou focado no Havai. Já perdi muitas vezes e já ganhei muitas vezes, agora vou-me concentrar e treinar muito para a etapa que se segue.” Conclui o brasileiro Gabriel Medina

O 11 vezes campeão do mundo, Kelly Slater perdeu, logo no heat seguinte, contra o espanhol Aritz Aranburu. O americano não conseguiu apanhar o ritmo e garantir os pontos necessários para avançar. Embora Kelly Slater não tenha beneficiado com a eliminação do brasileiro Gabriel Medina, continua confiante e na corrida pelo seu 12º título de campeão mundial de surf.

“É muito difícil vencer o Kelly Slater, ele é o melhor de todos os tempos. Eu sempre achei que ter uma oportunidade ao competir com ele e desta vez consegui. Estou completamente extasiado.” Afirma Aritz Aranbu. “ Os dois sentimos muita pressão, ele pela corrida ao título mundial e eu pela requalificação no ranking, e por isso foi um heat muito importante.” Conclui o espanhol.

“ É muito difícil apanhar as ondas certas aqui. Eu sabia que o Aranbu era um adversário difícil, entrou no mar ontem quando mais ninguém o fez e conseguiu manobras incríveis. Ele é muito forte em tudo e eu não o subestimei de maneira nenhuma. Esta é provavelmente a minha corrida pelo título mais frustrante porque tenho constantemente a sensação que tenho as oportunidades mas não as agarro.”Afirma Kelly Slater

O destaque do dia vai para o havaiano John John Florence que depois de eliminar o português Nicolau Von Rupp no Round 2, venceu o australiano Dion Atkinson no Round 3 com a pontuação mais alta do dia de 18,77 pontos atingindo a pontuação máxima também numa onda perfeita de 10 pontos.

“ Estive nervoso o dia todo por alguma razão.” Afirmou Florence. “ Tenho surfado imenso nestes últimos dias e as ondas têm estado tão divertidas. Ontem foi o meu aniversário e por isso surfamos o dia todo. Este 10 foi mesmo fantástico.” Concluiu o havaiano.

John John Florence tem apresentado performances fenomenais nas últimas três etapas: Acabou em 3º lugar no Tahiti, 2º lugar em Trestles e venceu a etapa em França. O jovem havaiano está na corrida ao título deste ano principalmente depois das eliminações de Gabriel Medina e Kelly Slater.

A organização, diretor de prova e ASP reunirão amanhã às 7:30 para um possível recomeço de prova às 8:00.

Resultados do Round 2 Moche Rip Curl Pro Portugal:

Heat 1: Mick Fanning (AUS) 17.93 def. Jacob Willcox (AUS) 7.43

Heat 2: John John Florence (HAW) 11.67 def. Nic Von Rupp (PRT) 9.66

Heat 3: Michel Bourez (PYF) 5.80 def. Raoni Monteiro (BRA) 5.27

Heat 4: Kolohe Andino (USA) 10.77 def. Jeremy Flores (FRA) 8.83

Heat 5: Brett Simpson (USA) 13.87 def. Nat Young (USA) 13.43

Heat 6: Bede Durbidge (AUS) 8.74 def. Travis Logie (ZAF) 2.67

Heat 7: Aritz Aranburu (ESP) 9.17 def. Adrian Buchan (AUS) 1.70

Heat 8: Alejo Muniz (BRA) 8.23 def. Julian Wilson (AUS) 7.83

Heat 9: Fredrick Patacchia (HAW) 9.33 def. Mitch Crews (AUS) 5.87

Heat 10: Adam Melling (AUS) advances to Round 3, C.J. Hobgood (USA) injured

Heat 11: Dion Atkinson (AUS) 13.20 def. Matt Wilkinson (AUS) 11.00

Heat 12: Kai Otton (AUS) 12.50 def. Tiago Pires (PRT) 6.90

Resultados do Round 3 Moche Rip Curl Pro Portugal:

Heat 1: Adam Melling (AUS) 11.66 def. Joel Parkinson (AUS) 7.93

Heat 2: Jordy Smith (ZAF) 15.83 def. Fredrick Patacchia (HAW) 8.83

Heat 3: John John Florence (HAW) 18.77 def. Dion Atkinson (AUS) 13.27

Heat 4: Adriano De Souza (BRA) 11.07 def. Jadson Andre (BRA) 6.67

Heat 5: Bede Durbidge (AUS) 10.90 def. Owen Wright (AUS) 2.83

Heat 6: Brett Simpson (USA) 12.50 def. Gabriel Medina (BRA) 12.06

Heat 7: Aritz Aranburu (ESP) 12.00 def. Kelly Slater (USA) 6.30

Heat 8: Josh Kerr (AUS) 13.27 def. Miguel Pupo (BRA) 13.07

Heat 9: Michel Bourez (PYF) 15.10 def. Sebastian Zietz (HAW) 11.50

Heat 10: Kai Otton (AUS) 18.20 def. Taj Burrow (AUS) 6.00

Heats em falta do Round 3Moche Rip Curl Pro Portugal :

Heat 11: Kolohe Andino (USA) vs. Filipe Toledo (BRA)

Heat 12: Mick Fanning (AUS) vs. Alejo Muniz (BRA)

ROUND 4 Moche Rip Curl Pro Portugal:

Heat 1: Adam Melling (AUS), Jordy Smith (ZAF), John John Florence (HAW)

Heat 2: Adriano De Souza (BRA), Bede Durbidge (AUS), Brett Simpson (USA)

Heat 3: Aritz Aranburu (ESP), Josh Kerr (AUS), Michel Bourez (PYF)

Heat 4: Kai Otton (AUS), TBD, TBD

N. Von Rupp

N. Von Rupp

Tiago Pires

Tiago Pires

 

 

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Desporto, Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *