Bruno Pereira do BE morreu vítima de doença prolongada

DEIXARA A MILITÂNCIA A ALGUNS ANOS

Em comunicado recebido na nossa redação, o Bloco de Esquerda (BE) de Castelo Branco comunica a morte de Bruno Patrício Pereira, advogado de profissão, ex-assessor no Grupo Parlamentar do BE, antigo dirigente do partido no distrito e também deputado municipal em Castelo Branco. Há alguns anos tinha deixado a militância ativa no BE.

No mesmo comunicado o BE de Castelo Branco “lamenta profundamente o falecimento” de Bruno Pereira.

O BE recorda ainda “a batalha política que empreendeu, contra a privatização do serviço de oftalmologia do Hospital de Castelo Branco” uma batalha política e judicial que acabaria por ganhar, apesar dos poderosos interesses em jogo.

Bruno Pereira

Bruno Pereira

A sua última batalha cívica, que não deixou de travar apesar da doença, passava pela contestação à instalação de uma fábrica de transformação de bagaço, em pleno perímetro urbano de Alcains.

O seu bairrismo era por demais conhecido, o que o levou a desenvolver um trabalho muito rico no movimento associativo da sua vila. Fundou o Alzine – Associação Cultural Alcainense e foi Presidente da Direção do Clube Desportivo de Alcains, clube que, no seu mandato, se sagrou campeão distrital de futebol. Estava agora na linha da frente da recém criada associação ambientalista, Triplo A, criada para fazer frente à instalação da fábrica de bagaço.

“Na próxima Assembleia Municipal, o Bloco de Esquerda, irá propor um voto de pesar e um minuto de silêncio pelo seu falecimento”, lê-se ainda no comunicado.

À família enlutada, o BE endereça “as mais sentidas condolências”, a que se junta toda a equipa do Jornal de Oleiros.

Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *