Secretário de Estado dos Transportes garante que fusão Refer/EP é para continuar

POSSIBILIDADE DE CONTINUAR A POUPAR DINHEIRO

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, garantiu hoje que a fusão da Refer – Rede Ferroviária Nacional com a empresa Estradas de Portugal (EP) “é mesmo para continuar”.

Sérgio Monteiro

Sérgio Monteiro

“Sabemos que alguns acreditam que a rodovia e ferrovia deviam manter-se separadas. Mas quando temos a possibilidade de continuar a poupar dinheiro para os contribuintes e contribuir desta maneira para a reforma do Estado, não hesitamos e a fusão é mesmo para continuar”, disse o governante à agência Lusa.

O secretário de Estado das Infraestruturas, Transportes e Comunicações explicou que o processo de fusão da Refer com a EP decorre “em ritmo acelerado” e adiantou que a comissão de planeamento tem estado a reunir várias vezes por semana.

“Já temos um plano para que a fusão operacional e a jurídica se possam operar o mais rapidamente possível. Portanto, a integração das duas operações deve estar concluída, do ponto de vista operacional, até ao final deste ano para estar plenamente em funcionamento em 2015”, adiantou.

Sérgio Monteiro disse ainda que a fusão jurídica segue a tramitação normal.

fusao_entre_refer_e_estradas_de_portugal

“Queremos sim, que do ponto de vista operacional, as empresas passem, a funcionar e a pensar como uma só, para conseguirmos as poupanças que esperamos, do ponto de vista do investimento”.

Segundo o governante, essas poupanças são de mil milhões de euros acumulados nos cinco anos, “no intervalo entre 2015 inclusive, e 2019 inclusive”.

“Claro que o ritmo não vai ser de 200 milhões de euros por ano, porque uma fusão produz mais resultados no final do que no início”, explicou.

Mas, Sérgio Monteiro estima que, no mínimo, “no próximo ano possamos ter uma poupança de 100 milhões de euros daquilo que era a realidade em 2014, do somatório das duas empresas”.

*Com Lusa

Esta entrada foi publicada em Economia. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *