Municípios da Cova da Beira abrem candidaturas para oito bolsas de emprego

EM CONJUNTO COM A DIPUTACIÓN DE SALAMANCA

A Associação de Municípios da Cova da Beira e a Diputación de Salamanca (Espanha) anunciaram hoje a abertura de candidaturas para oito bolsas de emprego, no valor global de 32 mil euros, destinadas a desempregados da região.

AMCV

Segundo a Associação de Municípios da Cova da Beira (AMCB), que tem sede em Belmonte, e é presidida pelo autarca de Manteigas José Manuel Biscaia, a medida insere-se na aposta que aquelas duas entidades têm feito na inovação, na criatividade e no empreendedorismo, no âmbito do projeto transfronteiriço VIP BIN SAL II.logo diputacion

As bolsas de emprego destinam-se a jovens empreendedores, com formação superior, que podem fazer as candidaturas nos serviços administrativos da Diputación Provincial de Salamanca (até ao dia 06 de outubro) ou na AMCB (até ao dia 02 de outubro).

Os candidatos devem ser residentes na região, estar desempregados e inscritos em Centros de Emprego da área territorial da Beira Interior Norte (concelhos de Almeida, Celorico da Beira, Figueira de Castelo Rodrigo, Guarda, Manteigas, Mêda, Pinhel, Sabugal e Trancoso) ou da Província de Salamanca.

Segundo a AMCB, os bolseiros selecionados terão formação de cinco horas diárias, na Residência Mista da Diputación Provincial de Salamanca, em Ciudad Rodrigo (Espanha), com a duração total de 530 horas.

O valor máximo de cada bolsa de emprego a atribuir será de quatro mil euros, sendo este valor dividido em cinco mensalidades de 800 euros, adianta a fonte.

O autarca José Manuel Biscaia, citado numa nota hoje divulgada, refere que “é importante” as duas entidades envolvidas no projeto continuarem “a valorizar, inovar e promover a região transfronteiriça”.

O presidente da AMCB lembra que no âmbito do projeto VIP BIN SAL II já foram realizadas várias medidas que contribuíram para a promoção e divulgação da região, dos produtores e dos produtos regionais.

SONY DSC

José Manuel Biscaia

Refere tratar-se de “um projeto evolutivo onde já foram realizadas quatro feiras Ecoraia”, estando a ser preparada a 5.ª edição que será realizada no mês de dezembro, em Salamanca, e o Festival Transfronteiriço “com SENTIDOS”, que foi “um sucesso”.

“É fundamental contribuirmos para o desenvolvimento, implementação e elaboração de um bom projeto, um projeto válido, capaz de representar e contribuir decididamente para o desenvolvimento do Território BINSAL”, concluiu o autarca.

*Jornal de Oleiros/Lusa

Esta entrada foi publicada em Destaques, Economia. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *