Politécnico de Castelo Branco continua sem reconhecer Federação Académica

DEVIDO A IRREGULARIDADES NO PROCESSO ELEITORAL

O presidente do Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB), Carlos Maia, continua sem reconhecer a direção da Federação Académica (FACAB), eleita em fevereiro, devido a irregularidades no processo eleitoral.

Carlos Maia

Carlos Maia

“Os alunos estão a organizar-se no sentido de a situação ser regularizada o mais rapidamente possível e, quando isso acontecer, a estrutura representativa dos estudantes [FACAB] voltará a ser reconhecida oficialmente pelo IPCB”, disse hoje Carlos Maia à agência Lusa.

O presidente do IPCB explica ainda que houve um conjunto de acontecimentos nos últimos tempos “que são o exemplo daquilo que não deve acontecer” e acrescenta que, “certamente, servirão para se evitar a repetição no futuro”.

“Interessa a todos termos um associativismo forte na instituição. Defendo um associativismo reivindicativo, responsável e dinâmico”, sublinhou Carlos Maia.

O ato eleitoral na FACAB decorreu em fevereiro, mas os corpos sociais não conseguiram eleger o conselho fiscal da federação, só a direção.

INSTITUTO POLITECNICO DE CASTELO BRANCOIPCBCASTELO BRANCODR

À data, o presidente do IPCB disse que assim que todos os órgãos estivessem regularmente constituídos seriam reconhecidos pela instituição.

“Até lá, não os posso reconhecer, porque a lei não o permite”, explicou Carlos Maia.

*Com Lusa

 

Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques, Economia, Educação. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *