José Valente vence Prémio Jovens Músicos 2014

ESART/ IPCB DE NOVO NO CONCURSO DA ANTENA 2

José Valente e Fábio Palma, mestre recém-diplomado e mestrando, respetivamente, da Escola Superior de Artes Aplicadas (ESART), conquistaram os dois primeiros lugares, na categoria de acordeão no Prémio Jovens Músicos (PJM) 2014. Os dois alunos do Instituto Politécnico de Castelo Branco foram os únicos finalistas apurados na estreia do instrumento naquela que é a competição de referência em Portugal na área da música erudita.

José Valente Foto: Jorge Costa/arquivo

José Valente Foto: Jorge Costa/arquivo

“Gostei bastante da experiência, pois deu-me a oportunidade de conhecer outros músicos de excelência e de interpretar repertório do mais alto nível artístico”, justifica Fábio Palma, elogiando o colega e amigo com quem representou o agora também reconhecido acordeão de concerto. “Passámos uma boa imagem das verdadeiras potencialidades do instrumento.” Na mesma linha, José Valente refere que “a eliminatória e a final exigiam um nível de repertório muito elevado, mas apoiámo-nos bastante nas duas provas, o que tornou a competição muito prazerosa e permitiu uma concentração mais natural nas nossas performances.”

Fábio Palma, com o All Libitum Trio iFoto: Jorge Costa/arquivo

Fábio Palma, com o All Libitum Trio iFoto: Jorge Costa/arquivo

Na 28ª edição do PJM, os laureados em cada modalidade das categorias A (solistas de nível superior – clarinete, violino, guitarra e piano – e médio – trompa e harpa), B (música de câmara até sexteto – nos níveis médio e superior) e C (acordeão) recebem um prémio financeiro e uma bolsa da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) para formação. Os segundos e terceiros classificados são distinguidos também com um prémio pecuniário, cujo valor global ultrapassa os 12 mil euros e, no primeiro caso, com uma gravação para a Antena 2. Enquadrado na única categoria em que não foi atribuído o terceiro lugar, José Valente garante dois mil euros e, tal como os restantes solistas vencedores, a participação em recitais e concertos na Casa da Música, Teatro Municipal de São Luiz, Palácio de Queluz ou Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim. Por seu turno, Fábio Palma é contemplado com um prémio de mil euros.

O PJM 2014 culmina com o 4º Festival Jovens Músicos, entre 24 e 26 de setembro no grande auditório da FCG, em Lisboa. Os vencedores estarão em palco com a Orquestra Gulbenkian, mas a um dos solistas será atribuído o Prémio Maestro Silva – Jovem Músico do Ano, o qual interpretará a sua prova final com a formação residente e receberá 2500 euros para aperfeiçoamento artístico no estrangeiro. Alguns destes concertos e recitais, dirigidos por Pedro Carneiro, serão transmitidos pela Antena 2. Para além dos convites da Banda Sinfónica e da Juventude Musical portuguesas, na temporada 2014/15 os laureados deverão participar em eventos do Conservatório de Música do Porto, Escola de Música do Conservatório Nacional, Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo do Porto, e Escola Superior de Música de Lisboa.

Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *