Mais de 30 escritores e ensaístas no primeiro Festival Literário do Fundão

DE 22 A 26 DE SETEMBRO

O primeiro Festival Literário do Fundão contará com a participação de mais de 30 escritores e ensaístas e pretende “criar raízes” e afirmar-se como um evento de referência a “nível literário e cultural”, disseram hoje os organizadores.

O festival, que é promovido pela Câmara Municipal do Fundão em parceria com a A23 edições e com a Grande Turismo, decorre entre os dias 22 e 26 de setembro e tem como tema “a viagem e literatura de viagem”.

Alice Vieira

Alice Vieira

Entre os escritores já confirmados estão autores como Luandino Vieira, Albano Martins, Alice Vieira, Arnaldo Saraiva, Deana Barroqueiro, Hélia Correia, Teolinda Gersão, Paula Moura Pinheiro, Pedro Mexia e Fernando Alvim, entre outros.

“Pelo leque de escritores e de personalidades ligadas à cultura que vão estar presentes, pelos que já mostraram interesse em participar – neste momento já poderíamos ter em vez de 30 cerca de 60 participantes – e também pela curiosidade que esta iniciativa tem suscitado, acreditamos que este festival terá, certamente, um impacto literário e cultural, não só a nível regional, como a nível nacional”, sublinhou, hoje, durante a conferência de imprensa de apresentação do evento, Margarida Gil, investigadora e elemento da comissão de organização.

Paulo Fernandes

Paulo Fernandes

Paulo Fernandes, presidente da Câmara Municipal do Fundão, destacou o facto de o festival se “enquadrar coerentemente no que é a estratégia cultural do município” e mostrou-se igualmente convicto de que o mesmo representará um “retorno muito significativo em termos de notoriedade”.

O autarca recordou que este evento abarca várias vertentes “importantes e caras” para o concelho, como “a identidade cultural, o património e a natureza” ou o facto de ser berço ou terra de acolhimento e de inspiração de autores consagrados.

Entre as principais características desta primeira edição está também a “heterogeneidade” uma vez que congregará vários géneros literários (participarão romancistas, cronistas, poetas, jornalistas e ensaístas), e várias gerações de autores.

Pedro Mexia

Pedro Mexia

“Para além disso, teremos ainda uma componente internacional muito importante, pelo que o nosso convidado de honra será Javier Reverte, escritor e jornalista, que é de facto uma autoridade no que diz respeito à literatura de viagem, e portanto abrirá com chave de ouro este fim de semana”, apontou Margarida Gil.

Esta responsável destacou que a organização tentou fugir ao modelo das “conferências”, substituindo-o por “encontros em jeito de tertúlia”, nos quais escritores e público interessado podem interagir em conversas que podem versar sobre questões como “a viagem e o mapa”, “a viagem e a poética da viagem”, “a viagem e a ficção”, “a viagem real e a viagem imaginária”, a “viagem e a história” ou a “viagem com bilhete de ida, mas sem regresso marcado”, entre outros assuntos que possam surgir.

Paula Moura Pinheiro

Paula Moura Pinheiro

O festival contará ainda com uma residência artística, que será integrada pelos escritores e jornalistas Alexandra Lucas Coelho e Tiago Salazar e pelo fotógrafo Pedro Loureiro. Cada um deles ficará em diferentes pontos do concelho (Castelo Novo, Fundão e Janeiro de Cima), nos quais vão contactar com a comunidade, designadamente com os alunos das escolas do concelho.

Do programa consta igualmente a realização de uma viagem à aldeia histórica de Castelo Novo e à vila de Alpedrinha, bem como um concerto com Cristina Branco e João Paulo Esteves da Silva.

*Jornal de Oleiros/Lusa

 

 

 

Esta entrada foi publicada em Destaques, Fundão. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *