Festival Chocalhos representa um milhão de euros diretos para a economia local

ALPEDRINHA NO CONCELHO DO FUNDÃO

O Festival Chocalhos, que se realiza entre 19 e 21 de setembro, em Alpedrinha, concelho do Fundão, representa em valor direto para a economia local de um milhão de euros, revelou hoje o presidente da Câmara do Fundão.

Paulo Fernandes

Paulo Fernandes

“Vamos ter mais uma grande edição [do festival], onde vão estar dezenas de milhares de pessoas em Alpedrinha”, referiu hoje, o presidente do município fundanense.

Paulo Fernandes falava durante uma conferência de imprensa para a apresentação da 13ª edição do Chocalhos – Festival dos Caminhos da Transumância, um evento organizado pela Câmara do Fundão e Junta de Freguesia de Alpedrinha.

O evento, representa ” um valor direto de um milhão de euros para a economia local”, revelou o autarca, baseando-se nos valores apurados no ano passado.

“Já não falo nos valores indiretos que o festival representa para os produtos locais”, adiantou.

Ovelhas

Segundo o autarca, o Festival Chocalhos, tem contribuído para a valorização dos produtos da região e, a título de exemplo, disse que “nos últimos quatro ou cinco anos”, disparou a procura a nível nacional, do queijo amarelo da Beira Baixa.

“Nunca se consumiu tanto queijo amarelo fora da região como agora”, sublinhou.

Nesta edição, o destaque vai para a realização do 1º Concurso da Ovelha Churra do Campo, uma espécie que graças ao trabalho conjunto dos municípios do Fundão, Idanha-a-Nova e Penamacor e à Escola Superior Agrária de Castelo Branco (ESA), foi salva da extinção.

chocas3

No campo das novidades, o evento apresenta ainda a realização da 1ª Prova Internacional de Pastoreio e o 1º Concurso da Cabra Serrana – Ecotipo da Serra, que recebeu o nome de Francisco Galvão, em homenagem a um jovem pastor que foi o impulsionador deste concurso e que morreu recentemente.

De salientar ainda a realização da 3ª edição da Exposição Canina Especializada de Cães de Proteção de Rebanhos e a animação de rua, que durante os três dias, conta com a participação de cerca de 40 grupos.

Apesar do vasto leque de oferta cultural e gastronómica que o Chocalhos coloca à disposição dos visitantes, Paulo Fernandes deixou bem claro que se pretende “reforçar a componente temática” do festival.

Chocalhos

O Festival Chocalhos, adiantou, reforça uma aposta na componente ligada à pastorícia [a pastorícia] que é a essência do Chocalhos.

Do programa consta ainda o tradicional percurso pedestre de 12 quilómetros, com rebanhos de ovelhas, que se realiza no domingo (dia 21) às 8:00 entre o Fundão e a vila de Alpedrinha.

Tal como nas anteriores edições, durante os três dias do festival, a circulação rodoviária na vila de Alpedrinha ficará interdita pelo que serão criados dois parques de estacionamento, mas a organização aconselha o recurso aos autocarros que fazem o transporte entre o Fundão e Alpedrinha.

O orçamento para o Chocalhos 2014 é de 40 mil euros, 85% dos quais financiados.

*Jornal de Oleiros/Lusa

 

Esta entrada foi publicada em Destaques, Fundão, Idanha-a-Nova, Penamacor, Turismo. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *