Gustavo Veloso consolida liderança ao vencer “crono” da penúltima etapa

SELO COM JORNAL OLEIROS

Logo Volta azul +completo

PUB

Com o apoio de: www.quimialbi.pt

Com o apoio de: Quimialbi

http://www.quimialbi.pt

ATUALIZAÇÃO

O filme da etapa 8 entre o Sabugal e Castelo Branco

Galego confirmou favoritismo no contrarrelógio

Gustavo Veloso venceu o contrarrelógio da penúltima etapa da 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros, ao completar os 28,9km entre Oleiros e a Sertã em 35 minutos e 7 segundos. Com uma média “foguete” de 49 Km/h, Veloso deixou o segundo classificado, Victor de La Parte da equipa Efapel/Glassdrive, a distantes 55 segundos e o terceiro, Stefan Shumacher do Team Christina Watches, a 1’18.

Com a vitória deste sábado, o galego da OFM/Quinta da Lixa está a um pequeno passo de vencer a prova rainha do ciclismo nacional, porque a faltar a derradeira etapa tem uma vantagem de 2 minutos sobre o segundo classificado Rui Sousa da Rádio Popular, que já admitiu que o adversário esteve melhor nos últimos dias.

Gustavo Veloso cumprimenta adeptos

Gustavo Veloso cumprimenta adeptos

Na hora de comemorar, Gustavo Veloso não esqueceu o compatriota e companheiro de equipa de equipa, Delio Fernandez que subiu à terceira posição da classificação geral. “Fico muito contente por ele porque merece. No fundo, penso que os três homens mais fortes da Volta são os que vão ocupar os três primeiros lugares.” Feliz mas cauteloso, o galego não quer antecipar a festa. “Ganhei o contrarrelógio, mas a Volta só está ganha amanhã, domingo. Não gosto de antecipar os acontecimentos. O pódio da Volta não é hoje. O que está claro é que todo o esforço da equipa valeu a pena”, afirmou Veloso, que, para além de reforçar a Camisola Amarela Liberty Seguros, na Sertã, ficou na liderança da classificação por pontos Camisola Vermelha Banco Bic.

Joaquim Gomes e Fernando Jorge em Oleiros

Joaquim Gomes e Fernando Jorge em Oleiros

Longe de ser especialista na luta contra o cronómetro, Rui Sousa da Rádio Popular, foi o melhor português, este sábado, ao gastar mais 1 minuto e 32 segundos que Veloso. Na luta pela classificação dos corredores mais jovens e fruto de um bom resultado, mesmo com necessidade de trocar de bicicleta durante a prova devido a avaria, David Rodrigues da Seleção Nacional envergou a Camisola Branca RTP.

 

10ª Etapa – 10 agosto 2014

Burinhosa – Lisboa (167,1 km)

Hora de Partida: 12h30

 

Relembrar Agostinho

Falta apenas uma etapa para terminar a 76ª Volta a Portugal Liberty Seguros. Lisboa aguarda com expectativa a caravana depois de quase duas semanas de competição. A pequena aldeia da Burinhosa no concelho de Alcobaça estreia-se este ano na Volta e vai aplaudir o início dos últimos quilómetros de competição.

Agostinho

Antes das emoções finais no circuito lisboeta, a caravana vai homenagear Joaquim Agostinho na passagem pela terra Natal do malogrado campeão. Cerca das 15h20, junto à estátua de Agostinho, em Torres Vedras, Joaquim Gomes, diretor de corrida, vai antecipar-se à frente de corrida e na figura do irmão de Agostinho, Alfredo Agostinho, vai oferecer-lhe um exemplar do relógio Festina comemorativo da Volta a Portugal. Quando passam 30 anos do desaparecimento do mítico corredor português junta-se a esta homenagem a Torcida Verde, uma das claques do Sporting Clube de Portugal, a equipa de sempre de Joaquim Agostinho.

Estátua de Agostinho

Estátua de Agostinho

Elementos da claque vão estar junto à estátua do “melhor de todos os tempos” para evocar e relembrar a bravura e os feitos de Agostinho.

Já na capital, a Volta vai percorrer algumas das principais artérias da cidade como a Avenida da Liberdade, Avenida Fontes Pereira de Melo, Avenida da República, Rossio, Restauradores e o Marquês de Pombal onde serão coroados os vencedores da 76ª Volta

Portugal Liberty Seguros.

Trânsito Condicionado em Lisboa

Para garantir a segurança dos corredores na chegada à capital, este domingo, serão efetuados alguns cortes de trânsito. Entre o Rossio e o Marquês de Pombal o trânsito estará cortado a partir das 7h00 até ao final da cerimónia de pódio cerca das 18 horas.

Em 2012 a chegada a Lisboa foi assim

Em 2012 a chegada a Lisboa foi assim

A partir das 13h00 a circulação será encerrada entre o Campo Pequeno e o Rossio mas os condicionalismos vão sentir-se também na Calçada de Carriche entre as 16h00 e 17h00 quando o pelotão passar na direção de Lisboa.

EM ATUALIZAÇÃO

VITÓRIA NA VOLTA QUASE ASSEGURADA

O espanhol Gustavo Veloso (OFM-Quinta da Lixa), consolidou hoje a liderança da Volta a Portugal em bicicleta, ao vencer o contrarrelógio da nona e penúltima etapa, impondo-se ao compatriota Victor de la Parte da Efapel-Glassdrive. Veloso, segundo na Volta em 2013, concluiu os 28,9 quilómetros do exercício individual, entre Oleiros e Sertã, em 35.07 minutos, deixando Victor de la Parte a 54 segundos e o alemão Stefan Schumacher do Team Christina Watches-Kuma, a 1.18 minutos. altimetria Rui Sousa da Rádio Popular-Onda, com o quinto lugar no “crono” a 1.32 minutos de Veloso, e o espanhol Delio Fernandez também da OFM-Quinta da Lixa, com o nono na tirada a 1.50, ascenderam, respetivamente, aos segundo e terceiro lugares da classificação geral da prova, a 2.01 e 2.54 minutos da liderança. No domingo, o pelotão enfrenta os derradeiros 167,1 quilómetros da prova, na 10.ª e última etapa, entre Burinhosa e Lisboa, na consagração de Gustavo Veloso.

Sérgio Paulinho diz que a amarela está quase entregue a Veloso

Sérgio Paulinho, o gregário de luxo de Alberto Contador, apresentou-se hoje à partida para anona etapa da 76.ª Volta a Portugal em bicicleta para visitar o irmão Pedro e mostrou-se confiante na vitória de Gustavo Veloso.

Sérgio Paulinho

Sérgio Paulinho

“Aproveitei estes dias que estou de férias em Portugal para visitar velhos amigos e ver o meu irmão que está na Volta a Portugal. Como hoje tinha repouso nos treinos, aproveitei para fazer uma visita”, começou por dizer à agência Lusa o corredor da Tinkoff-Saxo.

Sérgio Paulinho tem acompanhado a maior prova do ciclismo nacional sempre que pode, com exceção dos primeiros dias, nos quais “falhou” o contacto com a Volta a Portugal por ter estado em competição fora do país.

Pelo que tem visto, o medalha de prata dos Jogos Olímpicos de Atenas2004 o grande favorito é o atual camisola amarela, o espanhol Gustavo Veloso da OFM-Quinta da Lixa.

“Penso que o Gustavo está bastante bem, defende-se bem no contrarrelógio e mostrou isso no ano passado. Não diria que a Volta está já entregue, mas que o Gustavo tem grandes possibilidades de vencer”, justificou.

Sobre um eventual regresso ao pelotão português, o corredor de 34 anos recordou que tal não pode acontecer nos próximos dois anos, devido ao contrato que tem com a Tinkoff-Saxo.

“Gostava e sempre tive o desejo de terminar a minha carreira em Portugal”, assumiu.

Sérgio Paulinho acompanhou a nona etapa da Volta a Portugal, um contrarrelógio de 28,9 quilómetros entre Oleiros e a Sertã.

*Jornal de Oleiros/Lusa

PUB

Com o apoio de: Churrasqueira da Quinta

Com o apoio de: Churrasqueira da Quinta

http://www.churrasqueiradaquinta.com

Esta entrada foi publicada em Destaques, Oleiros, Sertã, Turismo. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *