Serra da Estrela recebe especialistas para acampamento de História Natural

DE 21 A 25 DE JULHO

A Serra da Estrela vai receber, entre segunda e sexta-feira, o 1.º Acampamento de História Natural, que vai contar com a participação de alunos universitários de todo o país, disse hoje à agência Lusa fonte da organização.

Serra da Estyrela   Foto: Luís Gonzaga

Serra da Estrela
Foto: Luís Gonzaga

O evento é promovido pela Associação dos Amigos da Serra da Estrela (Manteigas), pelo Centro de Interpretação da Serra da Estrela (Seia), pela associação Aldeia e pelo projeto GeObserver, em parceria com a United Nations Decade on Biodiversity.

Segundo Paulo Silva, da organização, o 1.º Acampamento de História Natural da Serra da Estrela visa “potenciar o envolvimento da comunidade escolar com o estudo e investigação” da serra.

Promover o conhecimento da Serra da Estrela e do seu património natural, desenvolver estudos de campo na área da história natural, possibilitar o contacto entre investigadores e a comunidade estudantil e a recolha de informação para posterior tratamento são outros dos propósitos do evento.

Acampamento

Durante o encontro, que tem como base o Parque de Campismo do Beijames, localizado no concelho da Covilhã, entre as localidades de Verdelhos (Covilhã) e Vale de Amoreira (Manteigas), serão abordadas as temáticas “Geografia – os vestígios dos períodos frios na Serra da Estrela” e “Fauna – Lepidópteros (borboletas)”.

“A parte [do estudo e da investigação] da fauna será realizada no vale do rio Beijames e a parte da Geografia na área de Manteigas, desde a Torre até ao vale do Zêzere e São Gabriel”, indicou Paulo Silva.

O elemento da organização disse hoje à Lusa que na jornada está prevista a participação, no mínimo, de 35 a 40 estudantes de Biologia de universidades de norte a sul do país.

Adiantou que a organização tem “as melhores expectativas” em relação ao decurso dos trabalhos da semana científica que tem como “grande objetivo dar a conhecer a Serra da Estrela de outra forma” com o acompanhamento de pessoas especializadas em cada um dos temas em análise.

Os trabalhos de campo serão orientados por Alexandre Nieuwendam (Centro de Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa), Fernando Romão (fotógrafo de natureza e especialista em lepidópteros), José Conde (Centro de Interpretação da Serra da Estrela) e Eduardo Marabuto (Universidade de Lisboa), entre outros.

acamp

No final do evento será produzido um documento, “que pode ser científico ou não, para reunir toda a atividade e os resultados que daí possam advir”, adiantou Paulo Silva.

O 1.º Acampamento de História Natural da Serra da Estrela começa pelas 13:30 de segunda-feira, com a receção dos participantes, e encerra pelas 15:00 de sexta-feira.

*Jornal de Oleiros/Lusa

 

 

Esta entrada foi publicada em Covilhã, Destaques. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *