Universidade da Beira Interior atribui Honoris Causa a Zeinal Bava

A MAIS JOVEM INDIVIDUALIDADE A RECEBER O TÍTULO

A Universidade da Beira Interior (UBI) anunciou que vai conceder o grau Doutor Honoris Causa ao presidente executivo da PT, Zeinal Bava, que será a personalidade mais jovem a receber este título na instituição.

Zeinal Bava

Zeinal Bava

De acordo com nota enviada à agência Lusa pela UBI, o empresário covilhanense Paulo de Oliveira e o antigo presidente do Conselho Geral da UBI Carlos Salema são as outras duas personalidades que vão receber o mesmo título.

As propostas para a atribuição do referido grau a Zeinal Bava e a Paulo de Oliveira foram aprovadas no dia 10 de julho, em reunião do Senado da UBI, enquanto a proposta relativa ao professor e investigador Carlos Eduardo Salema já tinha sido aprovada pela reitoria anterior.

A outorga dos títulos será agora efetuada na sessão de abertura do ano letivo 2014/2015, a realizar no mês de outubro.

A UBI explica igualmente que a concessão do grau de Doutor Honoris Causa se destina “a homenagear personalidades eminentes, nacionais ou estrangeiras, de reconhecido mérito nos domínios do ensino, da ciência, da cultura, da arte e das atividades sociais, que tenham contribuído para o engrandecimento de Portugal ou da universidade”.

UBI

No caso de Zeinal Bava, é destacado o “forte empenho” na promoção e criação do Data Center da PT na Covilhã, projeto que tem contado com a parceria da UBI desde o primeiro momento.

Sobre o empresário covilhanense da área dos lanifícios, destaca-se que “foi grande entusiasta, desde a primeira hora, da implantação do ensino superior na Covilhã e foi um dos primeiros empregadores dos quadros formados na UBI e nas instituições que a antecederam”, além de também ter sido “membro externo do Conselho Geral da UBI entre 2009 e 2013”.

Por seu turno, Carlos Salema, investigador e professor catedrático, foi o primeiro presidente do Conselho Geral da UBI, entre 2009 a 2013.

*Jornal de Oleiros/Lusa

 

Esta entrada foi publicada em Covilhã, Destaques, Economia, Educação. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *