Município e Berrysmart oferecem mirtilos às instituições

IDANHA-A-NOVA

O Município de Idanha-a-Nova e a empresa local Berrysmart associaram-se esta quinta-feira, dia 26 de junho, para oferecer 100 kg de mirtilos aos centros de apoio à terceira idade e aos jardins-de-infância do concelho, num total de 25 instituições.

A oferta dos mirtilos, em plena época de colheita, teve como objetivo divulgar junto das mais variadas faixas etárias os benefícios desta baga com inúmeras propriedades medicinais.

Armindo Jacinto

Mª Conceição Morão, Armindo Jacinto e equipa  Berrysmart

Especializada no cultivo de plantas de mirtilos e na comercialização do fruto, a Berrysmart integra a Incubadora de Empresas de Base Rural (IEBR), localizada na Herdade do Couto da Várzea, em Idanha-a-Nova.

É nesta propriedade que está implementada a maior área de produção de mirtilo da Península Ibérica, com um total de 65 hectares em ambiente biológico e envolvendo 22 produtores.

A gerente da Berrysmart, Sandrine Morgado, e a responsável técnica pela exploração, Thalia Loos, foram acompanhadas por Armindo Jacinto, presidente da Câmara Municipal de Idanha-a-Nova, em parte da distribuição dos mirtilos.

O consumo do mirtilo ajuda na prevenção de diabetes, doenças cardiovasculares e alguns tipos de cancro. É um fruto rico em antioxidantes, ajudando na prevenção do envelhecimento.

Esta entrada foi publicada em Idanha-a-Nova, Inclusão. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *