Castelo Branco conquista 5 medalhas mas desce

32ª EDIÇÃO OLÍMPICO JOVEM NACIONAL DE ATLETISMO

logo

A cidade de Lisboa recebeu, no passado dia 14 e 15 de Junho, a 32ª edição do Olímpico Jovem Nacional.

Trata-se da maior competição entre associações, onde as mesmas se encontram divididas por dois grupos. Depois do magnífico desempenho do ano passado em Fátima, que lhe permitiu a subida do grupo B para o grupo A, a seleção que representou a Associação de Atletismo de Castelo Branco, que não pontuou em algumas provas pela ausência de atletas, ficou a apenas 17 pontos de se manter junto das melhores Associações de Portugal.

Apesar disto, a prestação de Castelo Branco, única seleção do interior do país presente no Grupo A, foi positiva. Na bagagem trouxeram o maior número de medalhas dos últimos anos com Tiago Fonseca e Inês Reis a serem ambos segundos classificados nos 4000 m marcha, Bárbara Gama 3ª classificada no salto em altura, classificação igualmente obtido por António Curto nos 2000 m obstáculos e por Pedro Morgado nos 300 m.

Também alguns recordes distritais foram batidos. Pedro Morgado, nos 300 m, fixou a marca distrital em 35,55 segundos, Maria Soares nos 2000 metros obstáculos baixou o recorde distrital para 7.56.06 minutos e Tiago Fonseca nos 4000 m marcha estabeleceu um novo tempo de 20.40.60 minutos.

Manuel Alves foi o juiz do Conselho de Arbitragem da Associação de Atletismo de Castelo Branco que integrou a comitiva e esteve a exercer funções nos dois dias de prova.

 

Esta entrada foi publicada em Castelo Branco, Desporto. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *