MPT apresenta Marinho e Pinto nas Europeias

Ex- Bastonário entra na política 

O conhecido advogado é candidato às eleições europeias pelo Movimento Partido da Terra. É o primeiro nome a entrar na corrida

Marinho e Pinto é o primeiro candidato a apresentar-se às eleições europeias. O ex-bastonário da Ordem dos Advogados vai ser o cabeça-de-lista do Movimento Partido da Terra (MPT) e lança-se na corrida quando faltam ainda quatro meses para os portugueses serem chamados a escolher os futuros eurodeputados.

A candidatura será apresentada em Lisboa e já amanhã o partido vai emitir uma nota com mais pormenores sobre a apresentação das listas, mas há mais de dois meses que Marinho e Pinto prepara a sua entrada na política activa. Decidiu fazê-lo pelas listas do MPT, mas conta acima de tudo com a sua popularidade para conseguir a difícil tarefa de ser eleito para o Parlamento Europeu.

Nas últimas europeias, o MPT só conseguiu 0.66% dos votos, meta que agora ultapassará com facilidade.

As europeias deste ano prometem ser renhidas, principalmente à esquerda, com a entrada de novos actores na corrida. Se falhar a convergência de esquerda, para além do PCP e dos bloquistas, o LIVRE de Rui Tavares pode também baralhar as contas dos partidos tradicionais.

Até agora ainda nenhum partido apresentou os seus candidatos às eleições europeias.

À direita, PSD e CDS já decidiram ir juntos às eleições e o nome mais provável para liderar a lista é o de Paulo Rangel, à semelhança do que aconteceu em 2009, mas oficialmente ainda não há nenhum nome. Rangel conseguiu, há quatro anos, uma vitória para o PSD, com mais de 31% dos votos.

Os socialistas, que se ficaram pelos 26%, ainda não iniciaram “o processo de formação da lista ao Parlamento Europeu”, de acordo com um comunicado da direcção do partidoe, sabe-se, este é também um momento decisivo para António José Seguro. Várias figuras tem vindo a exigir um resultado assinalável, sob pena de quererem nova liderança.

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009. Lutamos arduamente pela defesa do interior, o apoio às famílias e a inclusão social. Batemo-nos pela liberdade e independência face a qualquer poder. Somos senhores da nossa opinião.
Esta entrada foi publicada em Política. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *