Maior Ceia de Natal é no Fundão

Iniciativa inédita junta cerca de 7 mil beneficiários da Cruz Vermelha Portuguesa

Fundão recebe maior ceia solidária de Natal

Dia 16 de dezembro, o Fundão será uma das 61 localidades portuguesas que vão receber aquela que será a maior ceia solidária de Natal alguma vez organizada em território nacional. A iniciativa será organizada pela Delegação da Cruz Vermelha Portuguesa do Fundão e será totalmente fornecida pelo Intermarché do Fundão. No total as 61 localidades irão servir mais de 7 mil beneficiários da Cruz Vermelha Portuguesa.

Gislain Bagot, dona do Intermarché do fundão explica:Estamos presentes em 245 localidades com um modelo de gestão diferenciador, composto por empresários independentes, que como eu, vivem nas localidades onde as lojas estão implantadas e que por isso conhecem bem a história dos seus clientes.

Este modelo permite-nos desenvolver uma relação de proximidade directa quer com quem nos visita, quer com as instituições da região, tornando possível uma ação como esta”. Acrescenta ainda “o projecto da ceia solidária de Natal nasceu de uma vontade de querer proporcionar um momento de convívio e amor a quem de outra forma poderia não usufruir de um momento como este,” conclui

Francisco George, Presidente da Cruz Vermelha Portuguesa, acrescenta: “Esta ceia solidária de Natal representa o culminar de um trabalho que as Delegações da Cruz Vermelha Portuguesa têm edificado por todo o país. Esta ação não teria sido possível sem o apoio do Grupo Os Mosqueteiros, que através do Intermarché, a sua marca alimentar, nos forneceu mais de 7 mil refeições completas de Natal proporcionando assim todas as condições para pormos em prática um momento natalício que de outra forma poderia não existir.”

A ceia solidária de Natal acontece em simultâneo de norte a sul do país. Para além da maior ceia solidária de Natal organizada pela Cruz Vermelha Portuguesa, no dia 16 de dezembro o Intermarché vai fornecer mais 24 refeições solidárias, perfazendo um total de 85 refeições que irão chegar a mais de 10 mil pessoas carenciadas.

Sobre a Cruz Vermelha Portuguesa

A Cruz Vermelha Portuguesa, fundada em 11 de Fevereiro de 1865, integra o Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho e tem como missão prestar assistência humanitária e social, em especial aos mais vulneráveis, prevenindo e reparando o sofrimento e contribuindo para a defesa da vida, da saúde e da dignidade humana. Está implantada a nível nacional através de cerca de 170 Estruturas Locais e tem como principais áreas de actuação, serviços e grupos beneficiários as Crianças e Jovens; Cuidados de Saúde; Emergência; Apoio aos mais Vulneráveis, programa “Mais Feliz”; Ensino de Socorrismo, Profissional e na área da Saúde; Tecnologias de Apoio à Distância; e Seniores.

Sobre Os Mosqueteiros

O Grupo Mosqueteiros é um dos maiores grupos de Distribuição mundiais multi-insígnia que opera em quatro países europeus, entre os quais Portugal, atuando com um posicionamento muito particular, único mesmo num setor de atividade tão moderno e criativo, já que a sua gestão global é partilhada pelo conjunto dos proprietários de cada uma das lojas em cada país. Esta estrutura organizativa peculiar determina que o Grupo assuma como característica fundamental da sua missão a máxima proximidade com as comunidades onde está implantado, dado o envolvimento direto da sua gestão com a realidade circundante das respetivas lojas.

Em Portugal, O Grupo Os Mosqueteiros atua com três insígnias: Intermarché, supermercados especialistas em produtos frescos, que se adaptam às realidades dos locais onde se localizam; Bricomarché, que integra cinco áreas dentro do mesmo espaço (decoração, bricolage, materiais de construção, jardinagem e produtos para animais de estimação); Roady, um centro-auto especialista na manutenção, equipamento, reparação, acessórios e peças para automóvel.

Ceia de Natal no Fundão

Ceia de Natal no Fundão

 

 

 

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques, Fundão com as tags . ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *