Espanha, grande Espanha, por Joaquim Vitorino

ESPANHA, Grande ESPANHA

Proclamação de D. Filipe VI

A Espanha regressa do Mundial de Futebol de mãos vazias foi uma pena; mas ganhou hoje “Um Grande REI Filipe VI”.

Culto e inteligente, e bem preparado para a missão que o Pai lhe confiou ao abdicar em seu favor.

Filipe ao apresentar-se aos espanhóis depois da Sua proclamação num carro descapotável nas ruas de Madrid, onde foi recebido e aclamado por milhões, mostrou a sua coragem perante os separatistas que não passavam de umas dezenas; ele é a esperança desse povo fabuloso, que apesar das grandes dificuldades do momento, nunca se deixou abater com as contrariedades duma crise que também não provocaram, mas que foi lidada com seriedade e competência política; ao contrário de Portugal que caiu nas redes da especulação e da corrupção, para não falar da monstruosa dívida, que ao certo os portugueses ainda não sabem onde está todo o dinheiro que entrou em Portugal nos últimos 7 anos.

Tenho a certeza que a Espanha vai rapidamente recuperar por dois motivos; porque a ESPANHA é uma Nação que não obstante as diferenças entre os seus povos, nunca lhe falta o patriotismo nos momentos menos bons, e porque não tem os “sanguessugas” como muitos dos políticos portugueses, para quem Portugal está sempre em segundo plano; colocando os seus interesses acima do todo Nacional.

Portugal com esta geração política que em representação republicana nos tem estado a governar, ficará estagnado para todo o sempre; que não restem dúvidas aos portugueses.

A fraqueza deste governo, que já não tem consistência representativa, e a ainda mais fraca oposição do PS, com uma nova mudança em perspetiva que até já falam numa aliança à esquerda, com os comunistas provavelmente; vai ditar o destino negro que nos espera; sendo agora mais do que nunca, a questão de uma Monarquia legítima, democrática e constitucional ser colocada em referendo aos portugueses, para que uma ténue esperança nos possa bater à porta.

* Joaquim Vitorino, Colunista Especializado do Jornal de Oleiros e Sub-Director do Jornal de Vila de Rei

Jornalista

Sobre Jornal de Oleiros

Nascemos em 25 de Setembro de 2009.
Esta entrada foi publicada em Destaques. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *