Comercialização de vinhos produzidos na Beira Interior cresceu em 2013

À MARGEM DO 7º CONCURSO

A comercialização de vinhos produzidos na Beira Interior aumentou no ano de 2013 e a tendência de crescimento deverá manter-se este ano, disse hoje à agência Lusa fonte da Comissão Vitivinícola Regional da Beira Interior (CVRBI).

Segundo Rodolfo Queirós, técnico da CVRBI, a região “vem ano após ano a consolidar a sua presença no mercado nacional, onde aumentou as vendas 16,3% no último ano e, no internacional, onde cresceu 21% em 2013“.

O responsável, que falava hoje à agência Lusa à margem do 7.º Concurso de Vinhos da Beira Interior, que decorre até sábado, na Guarda, no futuro Museu de Arte Sacra, referiu que no ano passado foram vendidos 3,2 milhões de garrafas de vinho daquela região, no país e no estrangeiro.

O aumento nas vendas “é devido ao trabalho de promoção no país e fora de Portugal, como nos Estados Unidos da América, no Reino Unido, no Brasil, em Angola e na Suíça“, referiu.

As previsões para o ano de 2014 apontam para “um aumento das vendas“, tanto no mercado nacional como internacional.

Vinhos da Beira Interior

A CVRBI, que abrange as zonas vitivinícolas de Castelo Rodrigo, Cova da Beira e Pinhel, tem atualmente 45 produtores de vinho, sendo 40 particulares e cinco adegas.

No 7.º Concurso de Vinhos da Beira Interior participam 72 vinhos (46 tintos, 20 brancos, quatro espumantes e dois rosés), em representação de mais de 25 produtores da região.

O evento, promovido pela CVRBI, com a colaboração da Associação Empresarial da Guarda – NERGA e da Associação Empresarial de Castelo Branco – NERCAB, pretende “promover a qualidade dos vinhos” da região da Beira Interior.

O concurso tem dois dias de provas e o júri, presidido por Aníbal Coutinho, crítico de vinhos e autor de diversos livros publicados nesta área, é composto por enólogos, escanções, membros das câmaras de provadores e representantes de outras comissões vitivinícolas.

Os vinhos premiados serão conhecidos no dia 28 de junho, durante um jantar a realizar no Picadeiro d´El Rey, na vila de Almeida, segundo a organização.

*Jornal de Oleiros/Lusa

Esta entrada foi publicada em Autarquias, Economia. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *