Data Center da PT na Covilhã já está a trabalhar com 180 clientes

ASSINADO PROTOCOLO COM A UBI

O Data Center da PT na Covilhã está, atualmente, a trabalhar com 180 clientes, número que quase duplicou relativamente ao registado no seu arranque, em setembro, mas que ainda não satisfaz a empresa, referiu na segunda-feira, Zeinal Bava.

Zeinal Bava

Não é um número que satisfaz porque nós queremos ser líderes, queremos ser dos melhores do mundo nesta área, mas também penso que com esta aposta – com a universidade e com os novos cursos que estão virados para jovens que percebem de ‘cloud’ – vai ser um caminho de sucesso com certeza, que daqui a uns tempos estaremos a celebrar mais contratos“, disse.

O presidente executivo da PT Portugal falava à margem da cerimónia de assinatura de um protocolo de colaboração com a Universidade da Beira Interior (UBI) que visa a criação de um Centro de Investigação de Competências nas áreas de computação na nuvem (clound computing) e saúde.

O projeto consiste na criação de núcleos de especialização (laboratórios), dentro dos quais serão desenvolvidos projetos de investigação e desenvolvimento. O Laboratório de “certificação profissional” já está no terreno com a realização de cursos na área, em setembro deverá avançar o “laboratório da saúde” e posteriormente serão desenvolvidos os laboratórios de “cloud computing” e de “teste de software“.

Durante a cerimónia, Zeinal Bava sublinhou que esta “parceria irá permitir fazer muito mais e muito melhor, não só na Beira Interior, mas também no estrangeiro“, designadamente no Brasil em consequência da fusão entre a PT e Oi.

O gestor garantiu ainda que a relação com as entidades da Covilhã, das quais destacou a universidade, será para manter e garantiu que os investimentos continuarão a ser feitos, mas não adiantou quando é que a segunda fase do processo (está prevista a construção de três edifícios iguais ao cubo já edificado) poderá avançar.

Este é um projeto de longo, médio/longo prazo. Nós investimos numa infraestrutura a pensar nos próximos 10, 15, 20 anos, e por isso a expectativa que temos é de que, com a qualidade com que estamos a trabalhar (…) nos permitirá atrair muitos mais clientes. Nós próprios na PT estamos a transferir vários dos nossos centros de dados aqui para a Covilhã“, ressalvou.

Em relação ao Data Center da Covilhã também informou que aquele espaço emprega anualmente 110 pessoas e que, nos próximos três a seis meses devem ser contratados 50 novos engenheiros, 25 dos quais com formação ministrada na UBI.

*Jornal de Oleiros/Lusa

Esta entrada foi publicada em Covilhã, Destaques, Economia. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *