Bombeiros de Castelo Branco recebem hoje rádios SIRESP

A PAR DE LEIRIA, PORTALEGRE E SANTARÉM

Os bombeiros dos distritos de Castelo Branco, Leiria, Portalegre e Santarém vão receber hoje 479 novos rádios do Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP).

Os 479 rádios SIRESP inserem-se no lote de 2.600 equipamentos que o Ministério da Administração Interna tem distribuído, no último mês, pelas corporações dos bombeiros de todo o país.

Com a entrega dos 2.600 rádios SIRESP, a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e os bombeiros têm ao dispor, durante a época de incêndios florestais deste ano, um total de 6.244 destes equipamentos.

Dados do MAI indicam que os 2.600 equipamentos foram distribuídos em maior número pelos distritos de Lisboa (336), Porto (282), Viseu (198), Santarém (168), Leiria e Setúbal (150 em cada um), Coimbra (144) e Guarda (138).

O Ministério da Administração Interna já anunciou que vai lançar até ao final do ano um novo concurso para aquisição de cerca de 2.700 rádios SIRESP para os bombeiros.

Os 476 novos rádios SIRESP aos bombeiros dos distritos de Castelo Branco, Leiria, Portalegre e Santarém vão ser hoje entregues, no Entroncamento, distrito de Santarém, pelo secretário de Estado da Administração Interna, João Almeida.

O Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal visa dotar as forças e serviços de segurança, emergência, proteção civil e socorro, de uma rede única de comunicações, a nível nacional.

O SIRESP permite, através da definição de grupos de segurança, que cada entidade utilize o sistema, como se se tratasse de uma rede privativa. Permite também que, em caso de necessidade de coordenação, todos os grupos que concorram para a resolução de uma determinada situação de emergência, sejam facilmente colocados em conversação, de acordo com regras pré-definidas ou a serem estabelecidas em cenários específicos.

Segundo a ANPC, a exploração da rede pelos bombeiros, iniciada em 2007 num projeto-piloto envolvendo os corpos de bombeiros do distrito de Santarém, tem hoje uma expressão nacional.

*Jornal de Oleiros/Lusa

Esta entrada foi publicada em Bombeiros, Castelo Branco. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *