Festa da Cereja deve injetar meio milhão de euros na economia local

FUNDÃO

A Festa da Cereja do Fundão, que se realiza em Alcongosta entre sexta e terça-feira, deverá contribuir para injetar meio milhão de euros na economia local, disse hoje à agência Lusa o presidente da Câmara, Paulo Fernandes.

As expectativas estão muito elevadas e acreditamos que, à semelhança dos outros anos, a Festa da Cereja continue a ser um sucesso a todos os níveis, contribuindo para injetar na economia local cerca de 500 mil euros, o que representa um gasto médio de cerca de 20 euros por visitante“, afirmou.

Paulo Fernandes explicou que, quer pela adesão das últimas edições, quer pelo número de excursões esperadas (pelo menos 150 autocarros), quer pelo número de inscritos nos programas de apanha (mais de mil pessoas), a organização estima que o certame receba “cerca de 25 mil visitantes” e que sejam comercializadas “pelo menos 30 toneladas” de cereja.

Se estabelecermos que um número médio de dois quilogramas por pessoa (o equivalente a uma caixa de cereja) e o multiplicarmos por 15 mil visitantes – isto para já termos em conta que alguns não compram cereja e apesar de sabermos que há outros que levam várias caixas – verificamos que facilmente poderemos chegar às 30 toneladas de cereja vendida, ou até mais“, apontou.

Em relação ao Pastel de Cereja do Fundão, que nos últimos anos também tem despertado forte curiosidade entre os visitantes, Paulo Fernandes referiu que as previsões apontam para a venda de 10 a 15 mil pastéis, um número que se refere apenas aos pastéis “receita original” e que não inclui todos os outros que são vendidos nas pastelarias e cafés da cidade.

Cereja do Fundão

O autarca sublinhou ainda a “clara importância e relevo” da Festa da Cereja, que além de promover a venda daquele produto, também contribui para afirmar e aumentar a notoriedade da marca “Cereja do Fundão“, dando ainda visibilidade ao concelho e contribuindo para criar valor acrescentado noutros setores de atividade como o turismo, a hotelaria e restauração.

A Festa da Cereja do Fundão realiza-se na aldeia de Alcongosta, designada por muitos como a “capital da cereja“, por ser uma das freguesias que tem mais área plantada de cerejal e maior produção daquele fruto.

O certame, que este ano terá 100 expositores, tem a particularidade de ser dinamizado pelos habitantes da localidade, que todos os anos decoram as ruas das aldeias e transformam os pisos térreos das casas em tascas de venda de cereja, gastronomia, licores e artesanato, entre outros.

A animação e música também estão garantidas com vários grupos de música tradicional e popular, que vão atuando pelas diferentes ruas da aldeia.

*Jornal de Oleiros/Lusa

Esta entrada foi publicada em Destaques, Economia, Fundão. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *