Câmara pondera ficar com concessão do pavilhão do Inatel

COVILHÃ

A Câmara Municipal da Covilhã está em conversações com a Fundação Inatel para ficar com a concessão do pavilhão desportivo na cidade.

Vemos com bons olhos a transferência de poderes, embora os montantes para a recuperação sejam elevados“, adianta Jorge Torrão, vereador com o pelouro do Desporto.

Pavilhão do Inatel

Álvaro Carneiro, membro do Conselho de Administração do Inatel, diz terem iniciado as negociações, com o anterior executivo, há cerca de um ano, mas devido ao aproximar das eleições, estas acabaram por ser suspensas e foram entretanto retomadas.

Segundo o administrador, nada está ainda acordado, existindo apenas o interesse de ambas as partes.

O assunto está em cima da mesa. Estamos abertos para fazer acordos. Estamos disponíveis para conversar“, informa Álvaro Carneiro, em declarações à agência Lusa.

O pavilhão do Inatel encontra-se em funcionamento, mas Jorge Torrão alerta para “algumas situações de degradação”.

A proposta para a transferência da gestão do equipamento tem, de acordo com o responsável, “pontos favoráveis e outros desfavoráveis“. A principal vantagem, apesar das obras de beneficiação necessárias, seria a autarquia ficar com um equipamento deste género, de que necessita.

Prática desportiva no Pavilhão do Inatel

Álvaro Carneiro reconhece os problemas do pavilhão, mas justifica não ter sido feita uma intervenção por estarem a decorrer negociações para a sua concessão.

O objetivo da cedência da estrutura, segundo o administrador, visa “tentar em conjunto dinamizar as atividades desportivas na Covilhã“.

Queremos potenciar as atividade no pavilhão“, acrescenta Álvaro Carneiro, que não adianta por quanto tempo foi proposta a concessão.

Jorge Torrão, vereador na Câmara Municipal da Covilhã, espera ter o assunto resolvido até ao final do ano.

Álvaro Carneiro sublinha tratar-se de um acordo semelhante ao concretizado com a Câmara Municipal de Viseu e admite estarem em curso conversações, no mesmo sentido, com outras autarquias do país.

*Jornal de Oleiros/Lusa

Esta entrada foi publicada em Covilhã, Desporto. ligação permanente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *